Evolução do Corinthians, VAR, torcida e até um copo

Mayara Munhoz

Editora do Meu Timão. Vive Corinthians 24 horas por dia.

ver detalhes

Evolução do Corinthians, VAR, torcida e até um copo

Coluna da Mayara Munhoz

Opinião de Mayara Munhoz

5.7 mil visualizações 98 comentários Comunicar erro

Evolução do Corinthians, VAR, torcida e até um copo

Pitacos sobre o jogo entre Corinthians e Flamengo nesse domingo

Foto: Danilo Fernandes / Meu Timão

Para quem não me acompanha nas redes sociais, eu estive na Arena Corinthians para acompanhar o jogo contra o Flamengo, neste domingo. Fazia um bom tempo que eu não ia ao estádio para trabalhar na cobertura de um jogo (normalmente são meus companheiros aqui que fazem isso) e foi um dia bem agradável, apesar de corrido.

Por isso, gostaria de analisar quatro pontos que chamaram a minha atenção durante o clássico na Arena:

1) O famigerado VAR
Eu fui uma das pessoas que ficou bem contente com a implementação do árbitro do vídeo no futebol brasileiro. Ainda acho que é algo extremamente necessário. Mas a cena desse domingo, me fez ter dúvida se estamos prontos para essa tecnologia. A demora foi absurda. Enquanto esperávamos, os dois canais de televisão que exibiam a partida - Globo e PFC - já tinham feito as análises e dado o gol legal para o Flamengo. São as mesmas imagens e, por isso, faz menos sentido ainda o processo ser tão longo. O período parado acabou com a partida. Esfriou os jogadores e tirou qualquer chance do Corinthians tentar uma reação.

2) A torcida do Corinthians
Não deveria fazer um tópico sobre isso, pois não falarei nenhuma novidade. Mas que festa bonita fez a Fiel em Itaquera. A torcida do Flamengo estava em bom número, cerca de 3 mil, e até tentou fazer barulho. Em alguns momentos de mais silêncio no estádio, aproveitavam para cantar, mas a tentativa durava pouco. Em segundos, a Fiel aumentava o som e calava por total os cariocas.

3) Copo no Gabriel
Se a torcida fez uma bonita festa em Itaquera, o mesmo não pode ser dito de um torcedor específico do Setor Norte. Depois de toda a demora do VAR, o gol foi validado e Gabriel estava do lado ao contrário de sua torcida. Mesmo assim, comemorou com seus companheiros. Enquanto corria em direção a linha de fundo, um copo foi arremessado para dentro do campo e quase acertou o jogador. Um funcionário da Arena retirou o objeto rapidamente do gramado. O ato não foi relatado na súmula pelo árbitro, mas pode ser julgado e uma multa aplicada mesmo assim.

4) Evolução do Corinthians
Apesar do empate no final do jogo, foi possível acompanhar uma boa evolução do Corinthians dentro de campo. A defesa, com a chegada de Gil, se tornou ainda mais sólida. A equipe jogou mais aberta e deixou as fracas atuações dos amistosos da parada para trás. Já dá uma esperança de melhora nesse segundo semestre.

Fábio Carille ainda vai ter muito trabalho pela frente, mas já é possível ver uma maior qualidade. O Corinthians jogou melhor que o Flamengo durante quase todo o jogo, e o time carioca é considerado por muito como um dos melhores do Brasil.

O que é preciso agora é aprimorar as finalizações. O número de tentativas já aumentou consideravelmente, mas agora é preciso transformar isso em gols. Acredito que um poder ofensivo mais efetivo pode fazer com que o Corinthians brigue pelas primeiras posições definitivamente no segundo semestre.

E vocês, o que acharam do jogo desse domingo?

Veja mais em: Arena Corinthians e Torcida do Corinthians.

Coluna da Mayara Munhoz

Por Mayara Munhoz

Editora do Meu Timão. Acompanha tudo que acontece no Corinthians, 24 horas por dia, há mais de dois anos e meio. Escreve mais com o coração do que com a razão.

O que você achou do post da Mayara Munhoz?