Os jogadores com maior média de gols pelo Corinthians

Pergunte ao almanaque

Celso Dario Unzelte, jornalista e pesquisador, é comentarista das televisões por assinatura ESPN/ESPN Brasil, do programa Cartão Verde (TV Cultura) e professor de Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero

ver detalhes

Os jogadores com maior média de gols pelo Corinthians

3.3 mil visualizações 33 comentários Comunicar erro

Os jogadores com maior média de gols pelo Corinthians

Teleco: pelo Corinthians, ele tem mais gols (256) do que jogos (249), média de 1,03

Foto: CRÉDITO: Reprodução/Arquivo Celso Unzelte

O Rafael Correa, de Campinas (SP), quer saber qual é o jogador com a melhor média de gols marcados pelo Corinthians.

Faça como ele! Nós, aqui, vamos continuar respondendo as dúvidas dos internautas do site Meu Timão sobre história, estatísticas ou qualquer outro tipo de curiosidade ligada ao clube, como essa. A base para as respostas será sempre o Almanaque do Timão, trabalho que desenvolvo há mais de 20 anos sobre todos os jogos, jogadores e técnicos do nosso time desde 1910. Ele virou livro em 2000, foi reeditado em 2005 e agora existe na forma do APLICATIVO ALMANAQUE DO TIMÃO, para smartphones e tablets, que pode ser baixado (de graça!!!) via Apple Store ou Google Play. Nos dias (e noites) de jogos, esse aplicativo oficial do Corinthians continua sendo atualizado on line.

O APLICATIVO ALMANAQUE DO TIMÃO também traz o GAME DO TIMÃO, uma plataforma de questões de múltipla escolha em que acertos e velocidade de resposta somarão pontos para um ranking geral de usuários cadastrados. Os mais bem ranqueados receberão prêmios periódicos (semanais, mensais, semestrais e anual), como réplicas de camisas antigas, camisas oficiais, camisetas, relógios, bijuterias, bonés e livros, além de visitas acompanhadas ao Memorial do Clube, no Parque São Jorge, e até ingressos de cortesia para jogos na Arena Corinthians.

CELSO UNZELTE

Queria saber quem tem a melhor media de gols por partida.

‏Rafael Correa

@rafablack

Três jogadores fizeram dois gols na única vez que entraram em campo pelo Corinthians. Têm, portanto, a fantástica média de dois gols por partida. São eles:

Décio, centroavante: marcou duas vezes no amistoso Vasco 4 x Corinthians 3, em São Januário, no dia 17 de março de 1929.

Jaconowick, ponta-esquerda: marcou duas vezes no amistoso Corinthians 4 x 0 Sírio, na Ponte Grande, em 21 de novembro de 1926.

Zito, centroavante: marcou duas vezes no jogo Corinthians 5 x 2 Ypiranga, no Parque São Jorge, pelo Campeonato Paulista, em 21 de outubro de 1928.

Entre os que atuaram em um número considerável de jogos, porém, o maior artilheiro corintiano na média é Uriel Fernandes (*Curitiba, PR, 12/11/1913 - +Osasco, SP, 22/7/2000), o Teleco. Aliás, poucos jogadores em todo o mundo conseguiram alcançar com a camisa de um mesmo clube uma média de gols como a dele, superior a um por partida.

Em dez anos, de 1934 a 1944, foram mais gols (256) que jogos (249) pelo Timão, com a fantástica média de 1,03 marcado por partida. Para se ter uma ideia da importância desse feito, basta lembrar que Pelé, ao longo de toda sua carreira, fez 1.283 gols em 1.375 partidas, com média 0,93. Pelo Santos, o Rei do Futebol também não tem mais gols (1.091) do que jogos (1.116), alcançando uma média de 0,97 gol por partida.

Teleco (apelido dado por sua avó, cujo significado nem ela mesma sabia explicar) jogava no Britânia, de Curitiba, um dos times que deram origem ao atual Paraná Clube. Mas foi descoberto pelo Corinthians quando defendia a Seleção Paranaense, no antigo Campeonato Brasileiro de Seleções Estaduais, após marcar três gols na Seleção Paulista. Irmão de King, goleiro do São Paulo.

Teleco é também, até hoje, o jogador corintiano mais vezes artilheiro do Campeonato Paulista (cinco), com 9 gols em 1935, 28 gols em 1936, 15 gols em 1937, 32 gols em 1939 e 26 gols em 1941. Sua especialidade era a virada, jogada em que, de costas para o gol, girava o corpo no ar e chutava para gol. Mas também cabeceava bem e chutava com os dois pés, na corrida ou de sem-pulo. Com apenas 1,76 metro de altura e 62 quilos, não era propriamente um trombador.

Em 1936, Teleco foi campeão do Brasileiro de seleções estaduais pela Seleção Paulista. Convocado pela Seleção Brasileira em 1937, para disputar a Copa Roca, só deixou de embarcar para a Argentina porque não tinha passaporte. Encerrou a carreira após rápidas passagens por Santos e Juventus. Depois, passou a tomar conta da sala de troféus do Corinthians, onde trabalhou de 1967 a 1991.

Game do Timão

Coluna do Celso Dario Unzelte

Por Celso Dario Unzelte

Celso Dario Unzelte, jornalista e pesquisador, é comentarista das televisões por assinatura ESPN/ESPN Brasil, do programa Cartão Verde (TV Cultura) e professor de Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero

O que você achou do post do Celso Unzelte?