Esse Corinthians me deixa nervoso

Roberto Gomes Zanin

Jornalista, diretor da RZ Assessoria, Bicampeão do mundo. Não sou ligado a nenhuma corrente política do clube. Quero apenas o melhor para o Timão. Discorde à vontade, mas com o respeito aos irmãos

ver detalhes

Esse Corinthians me deixa nervoso

Esse Corinthians me deixa nervoso

O pior e o melhor em campo nesta quarta-feira

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Não sei vocês, mas senti uma sensação estranha assistindo a mais um Chapecoense x Corinthians, ainda com derrota de domingo na cabeça.

Sei lá, em cinco minutos eu já estava irritado, com a ausência de futebol do time. Sempre flertamos com o perigo, dando a bola para o adversário, perdendo a posse no meio de campo e fazendo faltas infantis na lateral da área, correndo riscos desnecessários.

Erramos passes fáceis, não dávamos continuidade às jogadas. Mais uma vez não demos NENHUM chute a gol no primeiro tempo.

Veio a segunda etapa e a situação continuou na mesma. Nossa sorte é que Guto Ferreira apostou em atacar com prudência, evitando tomar o gol fatal no contragolpe.

O jogo transcorreu morno. Só o amor pelo Corinthians me fez ficar acordado e torcendo, mesmo nervoso (nos dois sentidos da palavra).

O golaço de Jadson fez a noite valer a pena.

Nós, que fizemos várias faltas bobas, fomos beneficiados por uma.

Magic desferiu um chute que misturou chapa com efeito. Golpeou a bola por baixo, girando a lateral do pé. A saída da chuteira, após o contato com a gorduchinha, fez um movimento de baixo para cima.

A redonda subiu, beliscou a lua e decaiu nervosa, girando por cima do goleiro e morrendo logo após encobri-lo no ângulo.

Como a tendência é sempre desmerecer o tento, já foram decretando que o gol foi sem querer.

Dou ao autor o benefício da dúvida e quero crer que o chute foi consciente.

Ainda temos um mês para enfrentarmos o milionário Flamengo. (Já ganhamos o Paulista de um milionário esse ano).

Até lá, muita coisa vai acontecer.

Espero que Loss consiga dar padrão de jogo à equipe (mesmo com a falta de qualidade de alguns jogadores), coisa que ainda não conseguiu.

Caso contrário, continuaremos dependendo da nossa torcida, da nossa garra, da nossa força e da nossa mística, o que não é pouco.

Mas uma dose de futebol ajudaria bastante.

Veja mais em: Elenco do Corinthians e Copa do Brasil.

Coluna do Roberto Gomes Zanin

Por Roberto Gomes Zanin

Jornalista, diretor da RZ Assessoria, Bicampeão do mundo. Não sou ligado a nenhuma corrente política do clube. Quero apenas o melhor para o Timão. Discorde à vontade, mas com o respeito aos irmãos

O que você achou do post do Roberto Zanin?

  • 1000 caracteres restantes