Athlético passa recibo de time médio na saída de Tiago Nunes

Roberto Gomes Zanin

Jornalista, diretor da RZ Assessoria, Bicampeão do mundo. Não sou ligado a nenhuma corrente política do clube. Quero apenas o melhor para o Timão. Discorde à vontade, mas com o respeito aos irmãos

ver detalhes

Athlético passa recibo de time médio na saída de Tiago Nunes

11 mil visualizações 89 comentários Comunicar erro

Athlético passa recibo de time médio na saída de Tiago Nunes

Clube paranaense não agradeceu Tiago pelos dois títulos conquistados

Foto: Divulgação/Athletico

Ainda vou escrever muito sobre o trabalho de Tiago Nunes.

Mas hoje o assunto é outro.

Acabo de ver a nota oficial que o Athlético escreveu sobre a saída do treinador e não posso deixar passar em branco.

O time paranaense tem feito um bom trabalho nos últimos anos e consolidou-se na segunda prateleira do futebol brasileiro (o que não é pouco).

Pode, quem sabe, um dia, chegar a ser um clube realmente grande, com representatividade em todo o Brasil.

Prova disso foi a mudança de nome e de escudo. Quem já e grande não precisa mudar tudo.

Um bom começo seria demonstrar grandeza ao ter elegância e gratidão ao treinador que levou o clube a dois títulos de expressão (coisa que não acontecia desde o longínquo 2001).

Tiago deve ser grato ao clube, mas o clube é que demonstra ingratidão maior ao profissional.

Ora, o contrato do cara está terminando, o Athlético só marcou uma reunião às pressas depois que o Corinthians ficou sem técnico e, agora seu Petraglia chora?

A nota devia ter sido na linha de "Tiago e Athlético tiveram uma parceria vitoriosa, agradecemos pelo ótimo trabalho do treinador e desejamos sorte na continuidade da sua carreira. O clube segurá trilhando o caminho das vitórias com outro profissional".

Isso significaria que tanto faz o treinador. A vocação grandiosa do clube independe de quem está no banco.

Mas preferiram passar recibo. Talvez até pelo fato de que o Corinthians tem a maior torcida do Paraná. Isso incomoda muito.

Utilizaram o desdém (mensagem de que ele era um "Zé Mané" e se tornou o que é graças ao clube) e jogaram a torcida contra o profissional.

Ao tomar conhecimento da nota, o técnico talvez tenha tido a certeza de que tomou a maior decisão.

O Corinthians passa por uma crise administrativa, tenho sido crítico à gestão Andrés, mas o Timão é gigante. Sempre será.

Pombas, Tiago não saiu apenas pelo salário.

Aqui ele não precisará, como fez há alguns dias, implorar para que a torcida vá ao estádio.

Tiago sai de um clube médio para dirigir uma nação.

Isso é claro como o sol do meio-dia.

Veja mais em: Mercado da bola.

Coluna do Roberto Gomes Zanin

Por Roberto Gomes Zanin

Jornalista, diretor da RZ Assessoria de imprensa, bicampeão do mundo. Não sou ligado a nenhuma corrente política do clube. Quero apenas o melhor para o Timão. Discorde à vontade, mas com o respeito.

O que você achou do post do Roberto Zanin?