Nem todo mundo tem a camisa de goleiro

Sarah Tonon

Trabalhou na ESPN e já tem duas Copas do Mundo no currículo. Atualmente produtora do Meu Timão que marcou o amor incondicional pelo Corinthians na pele!

ver detalhes

Nem todo mundo tem a camisa de goleiro

Coluna da Sarah Tonon

Opinião de Sarah Tonon

7.5 mil visualizações 70 comentários Comunicar erro

Nem todo mundo tem a camisa de goleiro

Cássio vestindo a mística camisa 12 aos olhos da Fiel

Foto: Bruno Teixeira/Corinthians

Na partida de hoje, Cássio completará 400 jogos pelo Corinthians. Uma noite mais que especial e que pede um traje de gala, à altura da celebração: a camisa de goleiro número 12.

Cássio entrou em campo e vestiu a camisa do Corinthians por quatrocentas vezes. Mas nós, fiéis torcedores, vestimos a dele muitas vezes mais. Mesmo que em sentido figurado. O 12 que Cássio carrega nas costas, nos representa e nos une a ele. É como se ele nos levasse pra dentro de campo, por isso tantas semelhanças com suas expressões, comemorações e emoções. Somos o 12º jogador, não é mesmo?

Mas já parou pra pensar que nem todo mundo tem a camisa de goleiro? O motivo, talvez a mística envolvendo esse traje de gala justifique, talvez... Dos milhares torcedores frequentemente presentes na Arena, um pequeno gigante sobressai de amarelo: é o Arthur, o Mini-Cássio. Que se veste como tal, faixa, luva, calção e a camisa. Dados pelo próprio ídolo. Mas o que faz um pequeno torcedor ser um dos poucos a vestir a 12 de Cássio? De novo, talvez a mística envolvendo esse traje e número justifique.

Mini-Cássio emocionado durante jogo na Arena

Bruno Teixeira/Corinthians

Mas só talvez. Porque uma coisa é certa: Cássio nos deu e nos dá até hoje, muito mais que 400 razões para vestir sua camisa, literalmente ou não. Depois de Dida e Ronaldo Giovanelli, nos deu um novo ídolo na meta alvinegra. E assumiu esse cargo como um gigante. O gigante que é para toda a torcida corinthiana.

Nem todo mundo tem a camisa de goleiro porque ela é especial demais pra vestir qualquer um.

Obrigada e parabéns pelos 400 jogos, Cássio.

Veja mais em: Cássio.

Coluna da Sarah Tonon

Por Sarah Tonon

Trabalhou na ESPN e já tem duas Copas do Mundo no currículo. Atualmente produtora do Meu Timão que marcou o amor incondicional pelo Corinthians na pele!

O que você achou do post da Sarah Tonon?