O Corinthians no Campeonato Nacional Sub-20 da FGF

Teleco

@Teleco1910 é um torcedor comum que gosta de conversar sobre o Corinthians. Ele não conseguirá responder aos comentários aqui, mas está sempre cornetando em 140 caracteres no Twitter.

ver detalhes

O Corinthians no Campeonato Nacional Sub-20 da FGF

O Corinthians no Campeonato Nacional Sub-20 da FGF

Em 2014, campeoes

Foto: Marcelo Campos / FGF

Com o fim dos jogos do profissional neste domingo, chegou a hora da base.

Hoje a base do Sub-20, bem ou mal, tem um calendário para o ano todo: Paulista, Copa do Brasil (criada em 2012) e Campeonato Brasileiro - criado este ano. Ainda assim, o campeonato de base mais acompanhado do país é a Copa São Paulo de Futebol Júnior, justamente por ser fora do calendário.

O Campeonato Sub-20 da FGF é organizado desde 2006, e este ano perdeu a qualificação "Brasileiro". Ano que vem a tendência é passar a ser Sub-17, reforçando a categoria que hoje tem as competições nacionais Taça BH e Copa do Brasil.

Falando um pouco do campeonato em si, são vinte clubes em cinco grupos.

A B C D
Atlético-PR Chapecoense Atlético MG Bahia
Cruzeiro Criciúma Avaí Corinthians
Goiás Flamengo Inter Coritiba
Joinville Grêmio Palmeiras Figueirense
Ponte Preta São Paulo Vasco Fluminense

Disputada em turno único, a fase de grupos seleciona 2 de cada time para as quartas de final.

A fase de grupos é do dia 5 ao 12 e as quartas de final 15 e 16. Ambas as semifinais serão disputadas dia 18 e a grande final dia 20.

Dia Hora Adversário Cidade
Domingo 6 15:30 Coritiba Gravataí
Terça 8 15:30 Figueirense Porto Alegre (Norte)
Sábado 12 16:10 Bahia Alvorada
Domingo 14 18:30 Fluminense Porto Alegre (Sul)

Os jogos contra Fluminense e Bahia terão transmissão pelo SporTV. Dias e horários podem ser alterados a pedido do canal.

Antônio Vieira Ramos (Gravataí), Morada dos Quero-Queros (Alvorada), Passo D'Areia (Zona Norte de Porto Alegre) e PUC (Zona Sul de Porto Alegre)

O time

O Corinthians levaria 30 jogadores para o campeonato, pela lista no site do campeonato, mas no final 10 jogadores foram cortados.

Inscritos

Camisa Apelido Idade Contrato até
1 Zé Guilherme 19 2017
2 Léo Príncipe 19 2017
3 Ígor 19 2016
5 Warian Ameixa 19 2019
6 Adriel 19 2016
7 Fran 19 2016
8 Maycon 18 2016
9 Gabriel Vasconcelos 19 2017
10 Matheus Pereira 17 2017
11 Gustavo Tocantins 19 2016
13 Léo Santos 16 2018
14 Caio 18 2016
16 Guilherme 18 2017
20 Léo Jabá 17 2018
22 Filipe 17 2017
23 Samuel Marinho 17 2018
25 Pedro Victor 17 2017
26 Claudinho 18 2020
27 Moisés 18 2017
29 Rodrigo Figueiredo 19 2016

Cortados

Camisa Apelido Idade Contrato até
4 Vinícius Delamore 18 2017
12 Aflalo 19 2017
15 Mangueira 16 2018
16 Guilherme Mantuan 18 2017
18 Renan Areias 17 2017
19 Luan 18 2016
21 Matheus Vargas 19 2016
28 Lauder 19 2017
30 João Vítor 18 2016
31 Fabrício 16 2018

O técnico é o multicampeão Osmar Loss; seu auxiliar é o ex-lateral Coelho.

Algumas das promessas da Sub-17 já estão neste elenco. Provavelmente esta será a base do time da Copa São Paulo em janeiro, sempre muito importante para o clube.

Léo Jabá contra o ABC.

Para não deixar muito extenso, falarei brevemente de alguns destaques da lista original apenas.

Warian Santos, ou Ameixa, veio do Remo; lá já era titular no profissional. Tem bom toque de bola e é voluntarioso.

Maycon é um bom meia. Elogiado como muito técnico e comprometido com o time.

Gabriel Vasconcelos sempre foi considerado uma estrela no Fluminense. Veio para o Corinthians e teve boas atuações, mas ainda não conseguiu espaço entre os profissionais.

Matheus Pereira foi destaque em várias seleções e cotado sempre para ser futuro craque. Subiu com apenas 16 anos para treinar com o profissional. Inconstante, até agora não foi o que todos esperavam.

Léo Santos tem tudo para ser um grande zagueiro. É veloz e muito bom com o pé esquerdo.

Samuel Marinho é um lateral direito forte e veloz.

Léo Jabá sobrava na Sub-17 e está se ambientando no Sub-20. É alto, forte e habilidoso. Pedro Victor, da mesma geração, é bom valor.

Fabrício e Renan foram cortados da lista.

Fabrício é craque (pelo menos por enquanto). Um dos melhores do país na sua idade, queimou algumas etapas e está no Sub-20.

Renan Areias é um volante que marca firme e passa muito bem, excelente na cobertura.

Por que nem todos vingam?

Infelizmente há uma tendência a acharem que todos os jogadores da base serão grandes craques quando subirem. Apesar do time ser muito melhor do que outros recentes do Corinthians na base, é muito cedo para falar que vão arrebentar no profissional.

Léo Melo já foi considerado a maior promessa do Corinthians. Foi reserva do Guarani este ano.

Cada jogador tem seu ritmo de crescimento e evolução, e o time do profissional é longe de ser fraco; em outras equipes com times titulares fracos, jogadores da base acham espaço mais facilmente. E é diferente competir apenas contra atletas da sua própria idade e contra profissionais experientes.

Se você quiser saber mais sobre a base, recomendo ler esta entrevista. Ouça-me no Podcastimão e me xingue no Twitter. Vai Corinthians!

Coluna do Teleco 1910

Por Teleco 1910

@Teleco1910 é um torcedor comum que gosta de conversar sobre o Corinthians. Ele não conseguirá responder aos comentários aqui, mas está sempre cornetando em 140 caracteres no Twitter.

O que você achou do post do Teleco?

  • 1000 caracteres restantes