Corinthians precisa vencer 'jogos grandes' para mudar de patamar

Vitor Chicarolli

Jornalista formado pela Universidade Anhembi Morumbi, tem 22 anos e trabalhou no Diário Lance!. Atualmente, setorista do clube de coração. Com o Corinthians em qualquer lugar.

ver detalhes

Corinthians precisa vencer 'jogos grandes' para mudar de patamar

Coluna do Vitor Chicarolli

Opinião de Vitor Chicarolli

4.7 mil visualizações 84 comentários Comunicar erro

Corinthians precisa vencer 'jogos grandes' para mudar de patamar

Corinthians ainda não venceu grandes equipes pós-Copa América

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O Corinthians ainda não perdeu depois da pausa para a Copa América. Embalado por boas atuações, a equipe de Fábio Carille disputou oito partidas, venceu cinco e empatou três. Mas quando precisou, parece que faltou algo aos atletas corinthianos.

Isso porque todos os empates saíram diante de grandes adversários, nos principais testes pós-intertemporada.

Contra Flamengo e Palmeiras, na Arena, em Itaquera, o Timão começou na frente, mas acabou sofrendo o empate pouco tempo depois. Neste domingo, no Beira-Rio, empate sem gols contra o Internacional - todos foram pelo Campeonato Brasileiro.

São esses jogos que costumam mudar o patamar de uma equipe no futebol brasileiro. Aliás, são boas atuações contra grandes times que a confiança dos elencos aumentam e, consequentemente, as chances de títulos também.

O desempenho do Corinthians não foi ruim nessas três partidas, mas faltou um pouco mais de coragem e agressividade ao Timão. Carille e seus comandados precisam entender como é jogar diante de um time mais qualificado.

Conquistar um ponto contra os colorados em Porto Alegre não é motivo para se lamentar. No entanto, perder pontos em casa como aconteceu frente a Palmeiras e Internacional podem fazer a diferença no fim do Brasileirão. Nesses dois jogos, inclusive, o Corinthians teve chances de deixar Itaquera com os três pontos.

O alvinegro ocupa a sexta colocação do campeonato nacional, com 24 pontos conquistados - a diferença para o líder Santos é de oito pontos. Ainda há tempo suficiente para alcançar o rival do litoral, mas para isso a margem de erros tem que ser menor.

Pontos dentro de casa não podem ser desperdiçados como aconteceu nas últimas semanas. O Corinthians terá de se impor diante dos times mais qualificados do cenário nacional se quiser terminar a competição entre os quatro melhores colocados ou quem sabe até buscar o octacampeonato.

Grandes times precisam passar pelos principais testes para almejar grandes coisas na temporada.

Veja mais em: Campeonato Brasileiro.

Coluna do Vitor Chicarolli

Por Vitor Chicarolli

Jornalista formado pela Universidade Anhembi Morumbi, tem 22 anos e trabalhou no Diário Lance!. Atualmente, setorista do clube de coração. Com o Corinthians em qualquer lugar.

O que você achou do post do Vitor Chicarolli?