Carille tinha razão sobre o elenco do Corinthians

Vitor Chicarolli

Jornalista formado pela Universidade Anhembi Morumbi, tem 22 anos e trabalhou no Diário Lance!. Atualmente, acompanho diariamente o Corinthians pelo Meu Timão.

ver detalhes

Carille tinha razão sobre o elenco do Corinthians

Coluna do Vitor Chicarolli

Opinião de Vitor Chicarolli

188 mil visualizações 443 comentários Comunicar erro

Carille tinha razão sobre o elenco do Corinthians

Fábio Carille disse, em novembro de 2019, que o elenco do Corinthians precisaria de mudanças para se adaptar a um novo estilo

Foto: Danilo Fernandes/Meu Timão

Diferente do que muitos torcedores imaginaram, o Corinthians se encontra em meio a uma crise neste início de temporada. Não bastasse as questões políticas do clube, a equipe de Tiago Nunes também não conseguiu engrenar em 2020.

Após a precoce eliminação na Pré-Libertadores, o Timão continua despencando no Campeonato Paulista e corre sérios riscos de não avançar para o mata-mata da competição. E o que para muitos parece surpresa, para um velho conhecido não está sendo novidade.

Em novembro do ano passado, Fábio Carille declarou que o elenco precisaria passar por grandes mudanças para dar certo com Tiago Nunes. Na sequência, sinalizou que a limitação do grupo poderia ser um obstáculo para o novo treinador corinthiano.

"Para jogar da forma dele, no meu modo de ver, se ele fizer o mesmo (que fez no Athletico) com esse elenco vai ser uma surpresa e também um aprendizado. Precisa mudar o elenco para jogar como o Athletico jogou, não sei se vai implantar isso no Corinthians. Muitas vezes o cara chega no Corinthians e vê tudo de uma outra forma", disse, em entrevista à Fox Sports.

"Vai precisar mudar o elenco para jogar como ele gosta de jogar. Seria mais uma mudança de características, de ideias e também de ter um elenco mais equilibrado na questão de características e função dentro de campo", concluiu (assista no vídeo abaixo).

Na época, como tinha acabado de ser demitido por um desempenho apático, muitos torcedores questionaram a declaração de Carille, achando que Tiago Nunes mudaria a filosofia do Corinthians do dia para a noite. Mas as coisas não funcionam assim.

Como já escrevi em outros textos, Nunes sempre deixou claro para a diretoria que precisaria de peças para implantar seu estilo de jogo (que deu muito certo no Athletico Paranaense) no clube do Parque São Jorge. Semanas se passaram e poucas alternativas foram apresentadas.

O lado esquerdo do ataque, por exemplo, ainda não tem um titular absoluto: Everaldo e Janderson foram testados, mas não conseguiram proporcionar a profundidade exigida pelo comandante; o recém-chegado Yony González, por sua vez, ainda não conseguiu convencer.

Depois da lesão do meio-campista Ramiro, o lado direito também pouco conseguiu ser eficaz nos compromissos do Timão.

Claro, também contesto algumas decisões de Tiago Nunes. Não consigo entender o dilema na lateral-esquerda e as substituições "equivocadas" durante as partidas. Só que não dá para exigir milagres do treinador.

O elenco alvinegro é bom. Nada além disso. Há muitas limitações que atrapalham o trabalho de qualquer profissional e não sei até que ponto uma demissão recolocaria o Corinthians no caminho dos títulos.

Carille não é a voz da razão, mas deixou claro que o problema no clube é muito maior do que uma simples troca na comissão técnica.

E mais: entenda o que acontece hoje no Corinthians

Veja mais em: Fábio Carille, Tiago Nunes e Elenco do Corinthians.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Timão.

Coluna do Vitor Chicarolli

Por Vitor Chicarolli

Jornalista formado pela Universidade Anhembi Morumbi, tem 23 anos e trabalhou no Diário Lance!. Fala de Corinthians diariamente no Meu Timão.

O que você achou do post do Vitor Chicarolli?

x