UOL-Folha e o jornalismo de velhacaria

Walter Falceta

Walter Falceta Jr. é paulistano, jornalista, neto de Michelle Antonio Falcetta, pintor e músico do Bom Retiro que aderiu ao Time do Povo em 1910. É membro do Núcleo de Estudos do Corinthians (NECO).

ver detalhes

UOL-Folha e o jornalismo de velhacaria

Coluna do Walter Falceta

Opinião de Walter Falceta

7.7 mil visualizações 143 comentários Comunicar erro

UOL-Folha e o jornalismo de velhacaria

UOL-Folha: tradição em material difamante contra o Corinthians

Foto: Reprodução de UOL-Folha

Cogitei de escrever sobre mais uma vitória no nosso Timão sobre o tradicional clube da elite paulistana. Quero restringir-me, no entanto, a parabenizar o bravo esquadrão mosqueteiro, particularmente o formidável Fagner, o talentoso Pedrinho e o esforçado Love. Não, não farei piada com CPF na nota. Ops... Já fiz!

Quero aproveitar este espaço para retomar o tema de texto que publiquei em novembro de 2017 sobre abusos do Grupo Folha, proprietário do portal UOL, contra o Corinthians. Se você quiser ler o artigo, clique aqui.

Não sem surpresa, topei hoje com a bizarra chamada do referido canal virtual: Polícia investiga fraude em 20 jogos e aponta Corinthians na Copa do Brasil.

Quem lê esse título bombástico tem a clara impressão de que o Corinthians cometeu algum ilícito. Será que comprou algum jogo? Manipulou um resultado? Subornou algum árbitro?

Aquele que prestar atenção ao texto da matéria, no entanto, descobrirá que o Timão e outros clubes foram apenas vítimas de uma empresa privada de gestão de venda de ingressos.

Seu suposto esquema consistia em reduzir artificialmente o número de pagantes nos espetáculos a fim de burlar o fisco.

Mais tarde, depois da chuva de reclamações, o portal modificou o título da matéria: Polícia investiga fraude em borderôs de 20 jogos e aponta duelo corintiano.

Mas aí o estrago já estava feito e interpretações maliciosas e desonestas da matéria já corriam pela Internet, com o fito de criminalizar o Corinthians.

Ora, não se trata de acidente, de erro derivado de ingenuidade. Em março ano ano passado, por exemplo, o mesmo UOL publicou a seguinte chamada: Ponte Grande - Erguida com influência política, primeira casa corintiana faz cem anos. Também naquele caso havia maldade e desonestidade na construção da narrativa.

O jornal digital da família Frias deturpou os fatos e procurou sugerir que a obra tenha sido resultado de alguma trama política. Eu explico: a referência tem como base a intercessão de Alcântara Machado em favor da liberação do terreno pelas autoridades municipais.

O fato relevante na história da Ponte Grande, no entanto, é o trabalho colaborativo, suado, de nossos antepassados, torcedores, diretores e atletas. Erguemos o estádio em mutirão, no braço e na fé, tijolo a tijolo.

Frequentemente, o portal UOL cita o Corinthians fora de contexto em suas notas e reportagens. A ideia básica é capturar views, nossos e dos adversários. Afinal, somos a maior torcida paulista.

Muitas vezes, no entanto, o portal recorre ao viés negativo, de depreciação e criminalização. São muitos episódios nos últimos 23 anos, desde que o veículo passou a divulgar material noticioso na Internet.

Perceba que, em geral, essas matérias difamantes não têm assinatura. Não têm porque os elementos que as produzem somam a má índole à covardia.

Se a mídia hegemônica brasileira deturpa assim as narrativas sobre o seu time do coração, por que acreditar que ela informa você corretamente sobre temas sociais, políticos e econômicos?

Coluna do Walter Falceta

Por Walter Falceta

Walter Falceta Jr. é paulistano, jornalista, neto de Michelle Antonio Falcetta, pintor e músico do Bom Retiro que aderiu ao Time do Povo em 1910. É membro do Núcleo de Estudos do Corinthians (NECO).

O que você achou do post do Walter Falceta?