Ladeira abaixo: o que fazer?

Walter Falceta

Walter Falceta Jr. é paulistano, jornalista, neto de Michelle Antonio Falcetta, pintor e músico do Bom Retiro que aderiu ao Time do Povo em 1910. É membro do Núcleo de Estudos do Corinthians (NECO).

ver detalhes

Ladeira abaixo: o que fazer?

Coluna do Walter Falceta

Opinião de Walter Falceta

2.3 mil visualizações 53 comentários Comunicar erro

Ladeira abaixo: o que fazer?

Walter observa conclusão de Ederson: um time confuso e desarrumado

Foto: Reprodução TV

1) O árbitro Bruno Arleu de Araujo prejudicou, sim, o Corinthians. Que a diretoria cumpra seu papel e se manifeste.

2) Os problemas da arbitragem não apagam mais uma péssima partida do catadão de Carille, cujo jogo repetitivo, frouxo, lento, previsível, sem repertório, está manjado por todos os adversários neste Brasileirão.

3) O fraco Cruzeiro, que não vencia pelo Brasileiro fora de casa desde 3 de Junho do ano passado (sim, do ano passado), o fez em Itaquera, diante de mais de 30 mil fiéis torcedores.

4) Mesmo em casa, o Corinthians ofereceu a posse de bola ao Cruzeiro em longas fatias do primeiro tempo. Quando no controle da pelota, os alvinegros encontraram enorme dificuldade na criação.

5) O time de Carille é lento e confuso, especialmente quando atravessa a linha divisória do gramado. A ação ofensiva tem outra característica: a ausência dos homens de meio de campo no suporte àquele atleta que parte com a bola. Vital e Sornoza dormiam enquanto Pedrinho ou Janderson avançavam ao território cruzeirense.

6) O vício defensivo corinthiano parece ter apagado a memória da lida de ataque, esvanecente desde a metade de 2017. Que não se espere de Gustagol um esforço para buscar jogadas. Não é sua vocação.

7) Mateus Vital é daqueles atletas cujo potencial oculta evidente falta de voluntarismo e disposição. Sem parceiros na trama criativa, isola-se, acaba desarmado e irrita o torcedor. Cabe cobrança também ao lateral Avelar, inútil no apoio, débil na retaguarda.

8) Trapalhadas e erro de posicionamento defensivo quando do segundo gol do Cruzeiro.

9) Depois deste tento, o Corinthians se perdeu em campo e não gerou estresse para o goleiro Fabio.

10) As alterações no time parecem tê-lo piorado. Jadson, Love e Clayson reeditaram suas pífias atuações neste campeonato.

11) O Corinthians exibe-se fiel a um padrão: marcação normalmente baixa, ausência de ultrapassagens e triangulações, lentidão extrema nas transições e, agora, os nervos à flor da pele. Do modo como tem jogado, vai despencar na tabela, o que pode ocorrer já neste domingo. Que a diretoria de futebol tome, com urgência, as devidas providências.

Veja mais em: Campeonato Brasileiro.

Coluna do Walter Falceta

Por Walter Falceta

Walter Falceta Jr. é paulistano, jornalista, neto de Michelle Antonio Falcetta, pintor e músico do Bom Retiro que aderiu ao Time do Povo em 1910. É membro do Núcleo de Estudos do Corinthians (NECO).

O que você achou do post do Walter Falceta?