Sete detalhes do hepta

Walter Falceta

Walter Falceta Jr. é paulistano, jornalista, neto de Michelle Antonio Falcetta, pintor e músico do Bom Retiro que aderiu ao Time do Povo em 1910. É membro do Núcleo de Estudos do Corinthians (NECO).

ver detalhes

Sete detalhes do hepta

Coluna do Walter Falceta

Opinião de Walter Falceta

3.6 mil visualizações 51 comentários Comunicar erro

Sete detalhes do hepta

Sete vezes: fruto de uma cultura de empenho e respeito

Foto: WFJr.

1) Ao fim do prélio deste feriado, em Itaquera, já com o clube alçado à condição de vencedor do torneio, a Fiel gritou com ironia: "ééé, quarta forçaaa". Ofereceu assim valiosa lição à crônica esportiva. Que Carlos Cereto, Walter Casagrande Jr. e Fábio Sormani, entre outros, se eduquem na prudência.

2) Paciência e fé. O paraguaio Romero pulverizou, mais uma vez, as trombetas da intolerância e da descrença. Sim, mergulhou em uma fase sem brilho neste segundo turno, mas emergiu como peça importante na arrancada que garantiu o título à esquadra mosqueteira. Apresentou garra e, sim, virtude técnica. Clayson, alvo de desconfiança em tempo recente, credenciou-se também como protagonista da epopeia alvinegra. Contra o Fluminense, em Itaquera, exibiu raça e competência. Jô e Gabriel: viveram em campo a paixão torcedora.

3) A Fiel fez bem em desconhecer o gol do tricolor carioca, logo ao início do embate decisivo. Plenos pulmões empurraram a esquadra de Carille para a virada.

4) O treino aberto na véspera do jogo contra o Palmeiras energizou os atletas. Empreendeu-se ali uma discreta cobrança, inteligente e eficaz, convertida em apoio irrestrito. Convém que a experiência se repita na próxima temporada, quando o Timão buscará o bi da Libertadores.

5) O bom torcedor emocionou-se ao ver o mestre Danilo em campo. É dos atletas que mais se dedicaram à esquadra alvinegra, sempre empenhado nos treinos, disposto a aperfeiçoar-se, exercitando-se como espírito agregador e solidário. Eternamente em nossos corações.

6) Neste 2017, a Fiel pintou e iluminou o 7 em Itaquera. E habilitou-se como parceira desta vitoriosa turma da Rua São Jorge, número 777. Repetiu-se a aliança que culminou com o histórico título de 1977. Agora, as conquistas do Brasileirão são 7.

7) Em cada uma das sete taças corinthianas referentes ao mais importante torneio nacional, encontraremos uma menção ao campeão brasileiro. Nenhuma delas tem legenda ou titulação renomeada. Tampouco se encontra no pedestal uma folha de fax explicativa. Nenhuma dessas sete conquistas resultou de jornada de quatro ou cinco jogos. Em campo e na bola, sempre. Salve o Corinthians, o campeão dos campeões!

Veja mais em: Heptacampeonato brasileiro.

Coluna do Walter Falceta

Por Walter Falceta

Walter Falceta Jr. é paulistano, jornalista, neto de Michelle Antonio Falcetta, pintor e músico do Bom Retiro que aderiu ao Time do Povo em 1910. É membro do Núcleo de Estudos do Corinthians (NECO).

O que você achou do post do Walter Falceta?