Comentário de marcio em "Dívida de R$ 500 milhões e novo prejuízo..."