CBF quer fazer Brasileiro no 'padrão Champions League'..sera que vira.?

Fórum do Corinthians
Tópico popular Entenda as regras

Paulo #2.523 @papelaria em 29/04/2015 às 17:45

CBF quer fazer Brasileiro no 'padrão Champions League'

Neymar comemora; David Luiz lamenta: brasileiros tomam rumos diferentes na Champions

A CBF reuniu nessa terça-feira representantes dos 20 clubes da Série A para tratar da operação dos jogos do Campeonato Brasileiro. Com palestras do departamento de Marketing, de Registro e de Competições da entidade, o objetivo era discutir formas de melhor organizar as partidas no sentido de valorizar a competição. A ideia é copiar alguns padrões da Champions League

No meio do ano passado, o assunto já vinha sendo tratado, mas apenas como sugestão. A partir de agora, as mudanças serão mais cobradas dos times e das federações.

'Fomos chamados para essa reunião e foi muito bacana. A gente viu que há uma disposição incrível de organizar melhor o campeonato, no sentido de colocar mais valor no Brasileiro. Se a gente conseguir ter esse alinhamento, com certeza melhorará', afirmou Marcone Barbosa, diretor de Marketing do Cruzeiro.

'Eles querem colocar o que tem de melhor no padrão da Champions League para o Brasileiro. Ter um campo mais limpo, para dar um espetáculo melhor para a televisão. Eram coisas que vinham sendo discutidas e agora serão mais cobradas', completou.

Uma das mudanças, por exemplo, tem a ver com o credenciamento da imprensa. As federações continuarão sendo responsáveis por esse trabalho, mas a CBF também terá esse controle neste ano. A expectativa é de que o número de jornalistas no gramado diminua consideravelmente.

As entrevistas ao final das partidas também foram tema de debate. A sugestão é de que apenas um jogador fale na saída de campo, com prioridade para a detentora dos direitos de transmissão, e depois o restante do elenco vá para a zona mista fazer atendimentos.

'A sugestão é para que apenas um fale no campo e com a detentora dos direitos, pelo menos que ela seja a prioridade. E depois, todos vão para a zona mista. Essa é uma sugestão, para evitar que fique um monte de gente ali. A ideia é deixar mais livre o caminho de entrada e saída dos vestiários', explicou o representante mineiro.

'O interessante é que foi um encontro pra discussão. A CBF quis ouvir todos os clubes, saber as dificuldades que enfrentamos na operação e essa é uma atitude muito legal. Uma relação de troca, que todo mundo percebe que está sendo ouvido', finalizou.

1.737 visualizações e 51 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Laercio Doneda #580 @timao.pr em 29/04/2015 às 17:58

Só vira padrão champios quando não tiver mais a CBF como organizadora...

Carlos Marques #716 @c.marques em 29/04/2015 às 18:34

E eu achando que o atrativo da Champions era ter os melhores jogadores do mundo em campo

Últimas respostas

Odanil L #546 @daniellima em 30/04/2015 às 16:45

Eles poderiam seguir o padrão da Champions de não ter jogos em datas Fifa.

Publicidade

Victor Vinicius @victor.vinicius4 em 30/04/2015 às 15:14

Vai ser bom em ficaria show de bola

Marcelo Franco #47 @marcelo.franco em 30/04/2015 às 15:07

Essa gente que comanda o futebol hein.

Que tal melhorar a formação dos jogadores e nível da arbitragem?

Que tal um tribunal INDEPENDENTE que se reúna após as rodadas e aplique as punições imediatamente e sem apelo a trigésima instância?

Que tal uma comissão de arbitragem independente?

Que tal jogos as 21 hrs no meio de semana?

Que tal se punição com perda de pontos seja apenas computada no ano seguinte para não haver manipulação das tabelas?

Que tal exigir gramados com um mesmo padrão de qualidade e regularmente inspecionados?

Tem que melhorar a QUALIDADE DO JOGO e CREDIBILIDADE da instituição.

Entrar lado a lado, tocar hino, trocar banner e poucos repórteres credenciados não entra nem no meu radar de mudanças necessárias. Tem tanta coisa antes que precisa ser feita.

Essa turma me dá nos nervos!

Alysson Nunes #196 @alyssonnunes em 30/04/2015 às 14:42

Essa CBF é uma piada:

  • Diminui a quantidade de jornalistas em campo e organiza a baderna que é na hora de sair do jogo e já acha que transformará o Brasileirão em uma Champions só por isso.

Nelson Ferreira Júnior #1.295 @nelson.ferreira.juni em 30/04/2015 às 14:34

Comecem acabando com o poder do STJD e de seus procuradores que já é uma tremenda evolução.

Chega dessa patifaria, se não está na súmula, não está no mundo! Chega de Procurador ficar procurando pelo em ovo para prejudicar ou beneficiar esse ou aquele clube.

Quando mudarem essa mentalidade do STJD começo a acreditar num campeonato melhor.

Hugo Almeida #9.123 @hugotimao123 em 30/04/2015 às 14:29

As cotas de TV tem que ser maiores e divididas conforme o desempenho do time do ano seguinte exemplo

Cota Fixa: vou citar somente os considerados 'Grandes'

Corinthians: 40 milhões

Flamengo: 40 milhões

Palmeiras: 30 milhões

São Paulo: 30 milhões

Vasco: 25 milhões

Cruzeiro: 25 milhões

Santos: 20 milhões

Atlético MG: 20 milhões

Gremio: 15 milhões

Internacional: 15 milhões

Fluminense: 10 milhões

Botafogo: 10 milhões

Sport: 8 milhões

Atlético PR: 8 milhões

Coritiba: 8 milhões

Goias: 5 milhões

Vitoria: 5 milhões

Bahia: 5 milhões

Criciuma: 3 milhões

Chapecoense: 3 milhões

Figueirense: 3 milhões

Cotas Variaveis: em cima das fixas iria existir uma variavel conforme o desempenho do time no campeonato brasileiro de 2014

1: Cruzeiro CF: 25 milhões CV: 200 milhões = 225 milhões

2: São Paulo CF: 30 milhões CV: 180 milhões = 210 milhões

3: Internacional CF 15 milhões CV: 170 milhões = 185 milhões

4: Corinthians CF: 40 milhões CV: 160 milhões = 200 milhões

5: Atlético MG CF: 20 milhões CV: 140 milhões = 160 milhões

6: Fluminense CF: 10 milhões CV: 130 milhões = 140 milhões

7: Grêmio CF: 15 milhões CV: 120 milhões = 135 milhões

8: Atlético PR CF: 8 milhões CV: 110 milhões = 118 milhões

9: Santos CF: 20 milhões CV: 90 milhões = 110 milhões

10: Flamengo CF: 40 milhões CV: 80 milhões = 120 milhões

11: Sport: CF: 8 milhões CV: 70 milhões = 78 milhões

12: Goias: CF: 5 milhões CV: 60 milhões = 65 milhões

13: Figueirense CF: 3 milhões CV: 40 milhões = 43 milhões

14: Coritiba CF: 8 milhões CV: 35 milhões = 43 milhões

15: Chapecoense CF: 3 milhões CV: 30 milhões = 33 milhões

16: Palmeiras CF: 30 milhões CV: 25 milhões = 55 milhões

17: Vitória CF: 5 milhões CV: 15 milhões = 20 milhões

18: Bahia CF: 5 milhões CV: 10 milhões = 15 milhões

19: Botafogo CF: 10 milhões CV: 5 milhões = 15 milhões

20: Criciúma CF: 3 milhões CV: 2.5 milhões = 5.5 milhões

Acho uma formula justa que obriga os times a montar elencos e não times,

Uma formula em que mesmo sendo time grande se não for bem no campeonato não vai receber(Vide Botafogo e Palmeiras)

E que ajuda a evitar times que entregam jogos por 'nao valer nada' pois cada posição vale muito dinheiro o que deixa os campeonatos mais competitivos.

Outro ponto e que não existe uma diferenca grande nas cotas fixas e somente quem merece vai ganhar.

E o último ponto e que os clubes iriam ganhar mais dinheiro por exemplo o Cruzeiro que atualmente ganha 60 milhões ao ano iria quase triplicar seu arrecadamento com minha formula porque mereceu, já o Palmeiras que ganha 100 milhões iria ser prejudicado.

Thiago G #17 @thiago000 em 30/04/2015 às 14:07

O primeiro padrao que tem que copiar é o das arbitragens!

Cirio Castre #6 @tibas em 30/04/2015 às 13:43

Primeiro precisa mudar a federação né.?

Começa por aí.

Renan Corinthians #209 @gandalf1910 em 30/04/2015 às 13:40

Um bom campeonato se vende sozinho e não pode ser refem de quem só tira vantagem. Deveriam anunciar um misto de mudanças, mas não. No campeonato mineiro a TV mudou local de partidase datas, inclusive da final, pra facilitar a transmissão para ela. Agora o caldense, time com melhor campanha e que pode ser campeão invicto, não vai poder jogar a final na sua própria casa, por folga da TV

Paulo #2523 @papelaria em 30/04/2015 às 13:32

" "

Com certeza. Mas quem não pode ir nos estádios depende da TV

Paulo Sergio Gomes #91 @paulogol em 30/04/2015 às 13:33

O que a CBF põe a mão vira merda.