Flamengo x Corinthians na arquibancada e o que aconteceu

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

Lucas #4.985 @lucas.penati em 24/10/2016 às 14:45

Boa tarde,

Peço um espaço para expor minha opinião sobre o jogo de ontem Flamengo X Corinthians.
Toda essa confusão já começou na venda de ingressos, funcionários do Flamengo dizendo que seriam vendidos ingressos para visitantes no site parceiros deles. O que não ocorreu. Eu, do interior de SP, não tinha condições para ir para a capital e comprar o ingresso na bilheteria por causa dos compromissos pessoais (trabalho e tal), portanto tive que pagar 130 reais em um ingresso que valia 50 (meia).

Antes do início do jogo, torcedores do Flamengo atiravam copos de cerveja e um pó branco (que não sei identificar) em direção à torcida do Corinthians, a partir disso começou toda confusão. Torcedores que aparentemente organizados do Corinthians começaram a bater na grade que separava as duas torcidas. Nisso 3 policiais foram fazer a contenção. Agora vem a pergunta, como em um jogo dessa grandeza, colocam apenas 3 policiais para separa duas torcidas? Eles se auto sacrificaram. Temos também que ressaltar a atitude covarde dos torcedores em relação aos policiais.

Alguns minutos depois ouve outro tipo de confusão. A policia que no momento inicial tinha liberado o uso de mastros e bandeiras queriam retirar esses materiais no meio do jogo, gerando outra briga.

No segundo tempo com o gol de empate do Flamengo um torcedor que aparentemente estava no setor da “cativa” do Flamengo, atirou um copo com cerveja, em mim e cerca de 15 torcedores que estavam sentados ao redor (não estávamos nem perto das organizadas) e o policial que estava do lado do setor do time carioca, olhou para esse torcedor e deu um “jóia” pra ele. A partir desse momento vi que alguma coisa não cheirava bem.

Ao final do jogo começa a parte mais marcante da história.

Todos achavam que em mais ou menos uma hora seriamos liberados para ir embora do Maracanã, porem ninguém imaginava o que iria vir pela frente.
Sentado nas cadeiras superiores do estádio, vejo um homem de roupa azul, aparentemente comandante da policia, sem farda, gritando, xingando, e mandando todos sentarem alinhados. Nisso alguns torcedores que não tinham nada haver, foram agredidos mesmo caídos no chão (se a torcida foi covarde batendo em 3 policiais, esses agentes também foram batendo em pessoa caída no chão).

Nesse momento eles disseram que iriam achar todos os bandidos que estavam envolvidos na briga. No momento falaram que tinham 36 sendo procurados.
Todas as mulheres e algumas crianças foram liberadas. Porem algumas xingadas por alguns policiais que a partir disso começaram agir de má fé com alguns torcedores que não tinha feito nada.

Em sequencia começa a ser feita a revista em todos os homens que estavam lá. Mandou-se retirar, bonés, camisetas e óculos da cabeça. A todo o momento xingamentos desnecessários vindo de alguns policias a pessoas que não tinham nada haver com as confusões, como: “Vocês são todos vagabundos, merecem que aconteça isso com vocês”, “ perdeu o que na minha cara? Olha pra frente então #[email protected]% ”, “ se a policia de SP não da limite pra vocês, a do rio vai dar”, “eu posso ficar aqui até amanha, não trabalho mesmo na segunda seus merda”. A todo momento, mesmo sem ter feito nada, o medo tomava conta.

Mas o que me chamou mais a atenção foi um garoto, aparentemente com uns 15,16 anos, começou a passar mal, e os outros torcedores ao redor começaram a chamar a ajuda para esse menino. Porém quando ele levantou, já pálido e suando frio, foi hostilizados por alguns policiais. Mandaram o garoto sentar no chão e fizeram com que outra pessoa abanasse esse garoto com a própria camiseta como uma forma de “vingança”, momentos depois foi levado para atendimento.

Depois que descobriram todos os envolvidos na confusão, começamos a ser liberados, de cabeça baixa e sem poder abrir a boca. Na saída, mesmo sabendo que nós não estávamos envolvidos em briga nenhuma, continuava as agressões verbais dos policiais. Mulheres e filhas que estavam à espera dos maridos, pais e parentes eram chamadas de “cocota”.

E para finalizar, mais 8 horas na estrada para voltar para a minha cidade.

OBS: Não sou de torcida organizada, não fui de caravana e não briguei. Sou torcedor e não vagabundo. Defendo os que não fizeram nada e sofreram a repressão por causa desses bandidos.

3.634 visualizações e 138 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Wilson Kikawa #1.773 @wilson.kikawa em 24/10/2016 às 22:54

Vai a pergunta será que não existem cameras nesses setores? Um investigação pelo delegado de policia ou o Ministério Público, porque não apuram o caso? Não gosto do Rio de Janeiro, não tenho vontade nenhuma de conhecer o Maracanâ, povinho ignorante e baderneiro. Se tem um estado que não tenho vontade de ir é o Rio!

Cauê Cetrone #3.500 @caue.cetrone em 24/10/2016 às 22:51

Se fazem isso com torcedores que não pagaram barato no ingresso dentro de um estádio com a mídia toda vendo imagina o que fazem nas comunidades e com os 'Amarildos' por aí

Últimas respostas

Richard Corinthians @hexacampeao em 27/10/2016 às 17:38

Maracanã despreparado para jogo de duas torcidas, polícia que se diz grupo especial para estádios, só se for para morro porque tratou todos nós como bandidos e não soube separar duas grandes torcidas. Tudo errado e a mídia encobertando isso.

Imagino o que passaram, mas vamos que vamos...

Lucas #4985 @lucas.penati em 27/10/2016 às 14:37

" "

Agradeça a Deus por ter conseguido sair com sua família. A cada dia descobrimos mais fatos que ocorreu! Eu tinha mais coisas para comentar no texto, porém não quis prolongar muito.

Publicidade

Richard Corinthians @hexacampeao em 27/10/2016 às 17:27

Isso que fico puto Roberto, porque eu paguei cem reais cada ingresso para assistir um clássico do futebol nacional, no palco da final da copa do mundo e das olimpíadas, não briguei com ninguém e agora escuto a maioria das pessoas, até corinthiano que não sabe o que aconteceu lá, falando que só tinha vagabundo lá no meio, que gente boa não anda com bandido, etc...

Desse jeito o futebol vai acabar mesmo porque a mídia passando essa ideia para todos, vai dando respaldo para essa ação repressora, covarde e absolutamente errada da policia.

Atenção, não estou falando que ninguém da nossa torcida merecia ser punido, mas tinha que ser na hora, tinha que ter policiais suficientes para dividir as torcidas e prender os briguentos, não deixarem 3 policiais sozinhos na berlinda para apanharem como apanharam.

É isso aí, vamos ver o fim disso...

ROBERTO #1422 @ourique em 27/10/2016 às 08:40

" "

E ainda tem torcedor dando razão para esses porcos fardados. Mais um depoimento mostrando a covardia desses policiais imundos.

Lucas Penati #4.985 @lucas.penati em 27/10/2016 às 14:37

Agradeça a Deus por ter conseguido sair com sua família. A cada dia descobrimos mais fatos que ocorreu! Eu tinha mais coisas para comentar no texto, porém não quis prolongar muito.

richard @hexacampeao em 26/10/2016 às 15:46

" "

Sou de Limeira e fui ao Rio assistir o Timão no maracanã pois era um sonho antigo e esse ano caiu justamente no dia do meu aniversário. Me dei esse presente e levei a minha família que também adora o Timão e assistir jogos no estádio. Minha esposa, um filho de 18 e minha filha de 11 anos.
Quando subimos para arquibancada já chegamos comemorando pois foi bem na hora do nosso gol. Começou a maior festa e estava tudo indo como no sonho.
Porém, fiquei sabendo da briga anterior e comecei a perceber que o clima estava tenso. A polícia começou a implicar com as bandeiras e começaram algumas correrias que me fez buscar um lugar mais seguro perto da saída, pois minha filha já estava chorando de medo. No intervalo fui dar uma olhada onde era mais tranquilo para sair em caso de correria e vi a policia mandando fecharem os portões para ninguém sair dali. Fui para dentro e perguntei para outro policial por onde eu poderia sair porque a coisa estava tensa, foi quando ele me respondeu com toda vontade 'ta só começando, vai ficar muito pior '. Depois disso, me toquei que precisava ir embora mesmo, pois além de tudo ele começou a bater o cassetete em um corrimão para me intimidar, sendo que eu estava com minha família procurando um lugar de paz.

Escrevo aqui, pois sinto que muitas pessoas do bem que estavam com mulheres e crianças, ou mesmo com amigos ao nosso redor, não tiveram a mesma sorte nossa, entretidas com o jogo, não perceberam o que estava acontecendo e não pensaram em sair logo no começo do segundo tempo.

Conclusão: com a minha filha chorando, consegui que abrissem o portão para nós e mais um casal sair, assim escapamos de tudo o que esta sendo relatado, que tenho certeza que é tudo verdade.

Snaihtniroc Atsiluap #504 @adenor.leonardo em 27/10/2016 às 12:18

Não. O que eu quis dizer é, se já é errado o torcedor agredir o policial por conta da raiva que ele possui da pm em si, imagina o policial agir da mesma forma fazendo vingança, isto é, um profissional que é pago e empoderado através do estado para garantir o cumprimento das leis e manutenção da ordem social descumprindo a lei e agindo como bem entende. Neste caso o pm é pior que o torcedor, pois, os dois estão indo contra a lei, mas o policial é pago para fazer o contrário.

ANTONIO #585 @adrikings em 27/10/2016 às 08:27

" "

Então é quem pode mais chora menos? Por que a reclamação, então?

Roberto Ourique De Carvalho #1.422 @ourique em 27/10/2016 às 08:40

E ainda tem torcedor dando razão para esses porcos fardados. Mais um depoimento mostrando a covardia desses policiais imundos.

richard @hexacampeao em 26/10/2016 às 15:46

" "

Sou de Limeira e fui ao Rio assistir o Timão no maracanã pois era um sonho antigo e esse ano caiu justamente no dia do meu aniversário. Me dei esse presente e levei a minha família que também adora o Timão e assistir jogos no estádio. Minha esposa, um filho de 18 e minha filha de 11 anos.
Quando subimos para arquibancada já chegamos comemorando pois foi bem na hora do nosso gol. Começou a maior festa e estava tudo indo como no sonho.
Porém, fiquei sabendo da briga anterior e comecei a perceber que o clima estava tenso. A polícia começou a implicar com as bandeiras e começaram algumas correrias que me fez buscar um lugar mais seguro perto da saída, pois minha filha já estava chorando de medo. No intervalo fui dar uma olhada onde era mais tranquilo para sair em caso de correria e vi a policia mandando fecharem os portões para ninguém sair dali. Fui para dentro e perguntei para outro policial por onde eu poderia sair porque a coisa estava tensa, foi quando ele me respondeu com toda vontade 'ta só começando, vai ficar muito pior '. Depois disso, me toquei que precisava ir embora mesmo, pois além de tudo ele começou a bater o cassetete em um corrimão para me intimidar, sendo que eu estava com minha família procurando um lugar de paz.

Escrevo aqui, pois sinto que muitas pessoas do bem que estavam com mulheres e crianças, ou mesmo com amigos ao nosso redor, não tiveram a mesma sorte nossa, entretidas com o jogo, não perceberam o que estava acontecendo e não pensaram em sair logo no começo do segundo tempo.

Conclusão: com a minha filha chorando, consegui que abrissem o portão para nós e mais um casal sair, assim escapamos de tudo o que esta sendo relatado, que tenho certeza que é tudo verdade.

Antonio Adriano Reis #585 @adrikings em 27/10/2016 às 08:29

E eu falei que algum dos lados está certo?

Caio #90 @caio.cesarjn em 25/10/2016 às 11:59

" "

Amigo se você for pensar assim, então os organizados tinham razão de bater nos policiais, porque toda vez que tem.jogo no Rio os torcedores de fora são tratados desta forma...Os dois lados estão errados tantos os marginais que bateram nos policiais quanto a polícia!

Antonio Adriano Reis #585 @adrikings em 27/10/2016 às 08:27

Então é quem pode mais chora menos? Por que a reclamação, então?

SNAIHTNIROC #504 @adenor.leonardo em 25/10/2016 às 15:27

" "

Então o torcedor que também está cansado de apanhar de pm, seja rio, sp qualquer lugar, cansado de ser humilhado, tratado como lixo, quando tem a oportunidade também quer se vingar, certo?

Richard Corinthians @hexacampeao em 26/10/2016 às 15:46

Sou de Limeira e fui ao Rio assistir o Timão no maracanã pois era um sonho antigo e esse ano caiu justamente no dia do meu aniversário. Me dei esse presente e levei a minha família que também adora o Timão e assistir jogos no estádio. Minha esposa, um filho de 18 e minha filha de 11 anos.
Quando subimos para arquibancada já chegamos comemorando pois foi bem na hora do nosso gol. Começou a maior festa e estava tudo indo como no sonho.
Porém, fiquei sabendo da briga anterior e comecei a perceber que o clima estava tenso. A polícia começou a implicar com as bandeiras e começaram algumas correrias que me fez buscar um lugar mais seguro perto da saída, pois minha filha já estava chorando de medo. No intervalo fui dar uma olhada onde era mais tranquilo para sair em caso de correria e vi a policia mandando fecharem os portões para ninguém sair dali. Fui para dentro e perguntei para outro policial por onde eu poderia sair porque a coisa estava tensa, foi quando ele me respondeu com toda vontade 'ta só começando, vai ficar muito pior '. Depois disso, me toquei que precisava ir embora mesmo, pois além de tudo ele começou a bater o cassetete em um corrimão para me intimidar, sendo que eu estava com minha família procurando um lugar de paz.

Escrevo aqui, pois sinto que muitas pessoas do bem que estavam com mulheres e crianças, ou mesmo com amigos ao nosso redor, não tiveram a mesma sorte nossa, entretidas com o jogo, não perceberam o que estava acontecendo e não pensaram em sair logo no começo do segundo tempo.

Conclusão: com a minha filha chorando, consegui que abrissem o portão para nós e mais um casal sair, assim escapamos de tudo o que esta sendo relatado, que tenho certeza que é tudo verdade.

Rodolfo S #1.902 @rodolfo.cdp9 em 26/10/2016 às 14:55

Falou tudo mano!

SNAIHTNIROC #504 @adenor.leonardo em 26/10/2016 às 11:45

" "

Infelizmente tem esse tipo de gente que só sabe analisar os fatos de acordo com suas experiências pessoais, então, se com ela nunca ocorreu nada... é ignorância..

Snaihtniroc Atsiluap #504 @adenor.leonardo em 26/10/2016 às 11:45

Infelizmente tem esse tipo de gente que só sabe analisar os fatos de acordo com suas experiências pessoais, então, se com ela nunca ocorreu nada... é ignorância..

Rodolfo #1902 @rodolfo.cdp9 em 26/10/2016 às 08:14

" "

Mas tem vários defendendo a policia, falando que porque alguns brigaram todos tem que pagar, mesmo sem saber da história real, só da parte que é interessante pra TV mostrar