Isto é um absurdo (Pedrinho)

Fórum do Corinthians
Tópico popular Entenda as regras

Julio #2.560 @julio.cesar.paula.si em 07/03/2018 às 12:24

Isto é um absurdo (Pedrinho)

Boa tarde fiel, Vou falar sobre o Pedrinho mais não vou chorar pedindo titularidade, nem falar que ele é o novo Messi.
A história aqui é outra, nosso caro Carille, está semana deu entrevista informando que o menino não joga por conta do corpo franzino e está sendo feito um trabalho físico nele até aí tudo bem
Só que este é o caso também do recém contratado Matheus.
Só que está história no mínimo deveria ser tratado como um absurdo, o Matheus não nem tem um ano direito de profissional, e a alguns anos jogava na várzea.
O Pedrinho joga no Corinthians desde de 2013, ou seja já se vai 5 anos.
Como ele vem subindo de categoria e ninguém notou este problema, quer dizer que a base se equivale a uma várzea?
Ou só agora virou problema ele ser magro de mais.
Agora com esta informação começa a se explica porque não são revelados super craques e muitos só estouram em outros clubes é porque o Timão não cuida de suas jóias desde de a base
Dando a eles somente a atenção nescessário quando sobe ao profissional.

1.185 visualizações e 30 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhor resposta

Caboclo 1977 #140 @caboclo1977 em 07/03/2018 às 17:43

Se a base não fosse bem feita não teríamos Jô, Arana, Zé Elias, Rosinei, Casagrande, Wladimir, Maycon, Caíque (e tantos outros goleiros), Dentinho, e tantos outros que, quando subiram, conseguiram jogar bem.

A base é boa, o trabalho é bem feito. Mas cada jogador responde de maneira diferente quando deixa a base e sobe para o profissional. Alguns despontam muito rápido, outros demoram e alguns não vingam, mesmo sendo bons na base.

Últimas respostas

Julio Cesar Paula Silva #2.560 @julio.cesar.paula.si em 07/03/2018 às 20:35

Idade ou peso?

A resposta deve ser a mesma uns 15 kkk

Henrique #531 @henrique.tomas em 07/03/2018 às 17:27

" "

Caramba ele tinha quantos nessa foto?

Publicidade

Caboclo 1977 #140 @caboclo1977 em 07/03/2018 às 17:43

Se a base não fosse bem feita não teríamos Jô, Arana, Zé Elias, Rosinei, Casagrande, Wladimir, Maycon, Caíque (e tantos outros goleiros), Dentinho, e tantos outros que, quando subiram, conseguiram jogar bem.

A base é boa, o trabalho é bem feito. Mas cada jogador responde de maneira diferente quando deixa a base e sobe para o profissional. Alguns despontam muito rápido, outros demoram e alguns não vingam, mesmo sendo bons na base.

Henrique Tomas #531 @henrique.tomas em 07/03/2018 às 17:27

Caramba ele tinha quantos nessa foto?

Raphael Bueno #1.093 @raphaelsccp em 07/03/2018 às 15:51

O negócio é outro, como que o Mateus em menos de 6 meses no time já conseguiu ganhar 3 kg, faltando segundo os nutricionistas e fisiologistas, só mais 2 kg pra estar em plena forma física, e o Pedrinho em mais de um ano não consegue essa mesma condição?

Luis Lima #97 @luislima em 07/03/2018 às 15:34

AMigo, você tem que analisar as duas partes

O Corinthians paga:

- médico

- nutricionista

- alimentação

- dentista

- vestuário

- hospedagem

- salário

- encargos trabalhistas

- premios

- plano de saúde

E por ai vai

Cabe ao jogador QUERER usufruir disso ou não.

A parte do clube é muito bem feita.

Fabiano * #938 @fabiano.zutin em 07/03/2018 às 15:25

Se nem no profissional conseguem fazer com que esse féla se alimente direito, imagina nas categorias de base.

No profissional o 'tranco' é outro.

Carlos Santos #2.381 @sixter em 07/03/2018 às 14:27

Vi no Twitter que o Pedrinho precisava de 15 não sei o que e que já estava com 14 e agora sim vai receber oportunidades, então é questão de aguardar.

Eder Toti #213 @eder.carlos.clemente em 07/03/2018 às 14:13

Com certeza e somado a isso o mercado que há na base que corrói todo o sistema

luiz #5171 @luizinhotimao em 07/03/2018 às 14:03

" "

Exato... O problema é a categoria de base e a filosofia do clube. A única conclusão que eu consegui chegar é: Acontece de muitos meninos que parecem promissores acabarem não se afirmando como grandes jogadores, sendo assim, acredito que o clube prefere espera pra ver se o cara, realmente, vai ser jogador do que fazer esse investimento desde a base. Só que nisso acabamos perdendo muito tempo nessa transição para o profissional... Ainda acredito que um dia esse problema será resolvido!

Luiz Otavio Da Silva #3.060 @luizotavio12 em 07/03/2018 às 14:10

Só que a base não começa no maternal, no seio da família, na amamentação e primeiros cuidados. Quem tem filho já ouviu de pesiatra o quanto a boa alimentação nos primeiros anos de vida é fundamental para o desenvolvimento da pessoa. Tem problemas de nutrição que demoram pra resolver e disseram que é o caso dele. Sobretudo considerando que um atleta profissional é alguém com um rendimento físico fora de série. É mais uma vítima do Brasil da miséria e da fome, que a maioria nem imagina que tenha existido em uma tal dimensão tão recentemente e que está voltando a crescer.

Luiz Felipe De Andrade Ramos #5.171 @luizinhotimao em 07/03/2018 às 14:03

Exato... O problema é a categoria de base e a filosofia do clube. A única conclusão que eu consegui chegar é: Acontece de muitos meninos que parecem promissores acabarem não se afirmando como grandes jogadores, sendo assim, acredito que o clube prefere espera pra ver se o cara, realmente, vai ser jogador do que fazer esse investimento desde a base. Só que nisso acabamos perdendo muito tempo nessa transição para o profissional... Ainda acredito que um dia esse problema será resolvido!