Agente de Pablo põe panos quentes em polêmica com Corinthians e volta atrás!

Fórum do Corinthians
Tópico popular Entenda as regras

Cássio #11.960 @cassio.lima4 em 03/08/2017 às 13:27

Fala família, das duas uma:

Ou sentiu pressão pela torcida e diretoria
(Flávio Adauto chamando ele de ganancioso) ou viu a cagada que fez e o Pablo se meteu na história!

PRINCIPAIS TRECHOS:

Vocês estão dispostos a receber essa quantia de forma parcelada?
– Quem fez a proposta de pagar em seis vezes fui eu, inclusive com possibilidade de isso ser estendido.
Mas como se trata de uma situação ocorrida na terça-feira, prefiro 'zerar' tudo que foi feito ou dito.

E o Pablo, o que achou dessa situação?
– Ele está absolutamente tranquilo, confia plenamente no meu trabalho, sabe que vou fazer o melhor para ele.
Temos o mesmo objetivo, que é assegurar a permanência do Pablo no Corinthians.

Você manteve contato com o Bordeaux nos últimos dias?
– O Bordeaux também tem muita pressa.
Ainda hoje recebi uma ligação deles para que, se fosse possível, eu finalizasse isso o quanto antes. Para mim, isso seria ainda hoje (quinta-feira).



Matéria abaixo pessoal!

Empresário do zagueiro Pablo, Fernando César, tenta pôr panos quentes na polêmica com a direção do Corinthians e retomar as negociações para que o jogador permaneça no clube. Depois de ser duramente criticado por Flávio Adauto, diretor de futebol do Timão, o agente fala em esquecer o que passou e voltar a conversar em tom cordial – de preferência nesta quinta-feira.
A forma de pagamento das luvas (prêmio pela assinatura do novo contrato) é o principal entrave para a permanência do atleta no Corinthians, que já tem um acordo com o Bordeaux, da França, para a compra do atleta.
A diretoria alvinegra propôs diluir o bônus ao longo dos quatro anos e meio do novo contrato de Pablo, proposta rechaçada por Fernando César.
Outra sugestão do Timão foi um parcelamento em seis vezes até 2021, o que também não agradou.

Como fica a situação do Pablo no Corinthians após a polêmica dos últimos dias?
– Isso não vai atrapalhar. É importante lembrar que sou advogado e preciso preservar os interesses do meu cliente. A permanência do Pablo no Corinthians está praticamente assegurada. Concordo que as declarações, tanto as minhas como as dele (Flávio Adauto), foram em um momento de nervoso. A gente entende, já tive várias reuniões com Alessandro (Nunes, gerente de futebol) e Flávio Adauto, e todas primaram por uma cordialidade fantástica.

Você e o Pablo vão ceder para que haja um acordo?
– Eu sempre fui flexível em tudo, desde o começo, quando reduzi a pedida salarial e tudo mais.
O valor das luvas está fixado desde que o Corinthians contratou o Pablo por empréstimo. Quando fiz reunião com o presidente, não demorou mais de 30 minutos para acertarmos tudo. Nessa reunião foi acertado que, se o Corinthians não pagasse nada para o Bordeaux agora, o presidente quitaria a maior parte das luvas agora, já que não teria dispendido nenhuma quantia pela compra junto ao clube francês.

Não ficou acertado o valor a ser pago, mas combinamos que seria quase todo o montante.
Por que vocês não aceitam o parcelamento sugerido pelo Corinthians?
– O termo luvas vem de uma expressão em inglês, 'signing-on fee', que significa prêmio por assinatura, não tem nada a ver com salário ou contrato de imagem.
Logo, ele é pago no momento em que o contrato é celebrado.
É um prêmio que o empregado recebe quando assina um contrato.
É comum no mercado, quando um grande executivo muda de empresa, por exemplo.
O que estou querendo é que esse prêmio de assinatura seja pago como combinado ou no menor prazo possível.

O Corinthians argumenta que, se pagar todo esse valor agora, pode levar prejuízo caso o Pablo seja vendido num futuro próximo.
– Quando houver uma proposta de venda para o jogador, o Corinthians tem que fazer as contas de quanto gastou com ele, o que inclui salários, luvas, impostos...
E aí acrescentar esse montante no preço da venda.
Ele vê o custo que teve e calcula o lucro.
Não tem como ficar desprotegido.
Se ele gastar 5 milhões com o Pablo até julho do ano que vem, por exemplo, ele terá de vender por 6,7...

Vocês estão dispostos a receber essa quantia de forma parcelada?
– Quem fez a proposta de pagar em seis vezes fui eu, inclusive com possibilidade de isso ser estendido.
Mas como se trata de uma situação ocorrida na terça-feira, prefiro 'zerar' tudo que foi feito ou dito.

O que o Corinthians oferece está muito distante do que o Pablo deseja?
– Não, até porque não quero nada do que não foi combinado. E podemos buscar alternativas. Quero sentar na mesa com o presidente do Corinthians, Flávio Adauto, Alessandro, advogado do clube e diretor financeiro e só levantar com um acordo. Isso demonstra minha disposição de encontrar uma solução.

É verdade que na última quarta-feira você não atendeu aos contatos telefônicos do Corinthians?
– Não teve contato. Quero deixar claro que jamais deixarei de atender alguém do Corinthians. Gostaria muito de ter uma solução para isso o quanto antes, de preferência hoje (quinta-feira) ainda. Estou inteiramente à disposição de todos eles.

Como será voltar a negociar com o Flávio Adauto depois do que ele disse a seu respeito?
– Eu não levo em consideração declarações feitas no calor da emoção. Acho que essas coisas só prejudicam, sei que cometo alguns erros também. Fico preocupado às vezes... Mas todos somos humanos e erramos. Espero que tudo isso seja resolvido e que o Pablo fique, como é o desejo do Corinthians.

E o Pablo, o que achou dessa situação?
– Ele está absolutamente tranquilo, confia plenamente no meu trabalho, sabe que vou fazer o melhor para ele.
Temos o mesmo objetivo, que é assegurar a permanência do Pablo no Corinthians.

Você manteve contato com o Bordeaux nos últimos dias?
– O Bordeaux também tem muita pressa.
Ainda hoje recebi uma ligação deles para que, se fosse possível, eu finalizasse isso o quanto antes. Para mim, isso seria ainda hoje (quinta-feira).

http://globoesporte.globo.com/futebol/times/corinthians/noticia/agente-de-pablo-poe-panos-quentes-em-polemica-com-corinthians-e-cre-em-acerto.ghtml Agente de Pablo põe panos quentes em polêmica com Corinthians e crê em acerto | corinthians |... Agente de Pablo põe panos quentes em polêmica com Corinthians e crê em acerto | corinthians |... Criticado pela diretoria alvinegra, Fernando César diz ser flexível e espera voltar a negociar com o Timão ainda nesta quinta-feira. Prazo para pagamento de... globoesporte.globo.comgloboesporte.globo.com

715 visualizações e 23 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Leury Cavalcante #237 @jacaa em 03/08/2017 às 13:51

Ele viu que a torcida do Corinthians ficou do lado da diretoria e a tática dele fracassou e agora baixou a bola dele, ponto pra torcida do Corinthians que não caiu nessa

Luis Lima #99 @luislima em 03/08/2017 às 14:05

A verdade é uma só.

O jogador precisa muito mais do Corinthians, do que o Corinthians dele.

O que existe é uma inversão de valores.

Muita frescura para pouco jogador.

Ele deveria implorar para jogar aqui e não o contrario.

Obrigado pelos serviços prestados, agradecemos a raça demonstrada, mas o local de exigir tanta coisa assim é o Palmerdas, Rio Branco, São Caetano, Mirassol...

Aqui não!

Últimas respostas

Dioclécio Mota #4 @dioclecio.chagas.mo1 em 03/08/2017 às 16:57

A verdade é que esses empresários são safados e oportunistas

Publicidade

Willian Moraes #347 @willian.moraes5 em 03/08/2017 às 15:09

Olha esse representante foi muito infeliz ao espor uma situação de seu cliente em publico agora quer voltar atrás com certeza o Pablo entrou na conversa e pediu pra resolver logo.

Patricia Falcao #5 @patriciafalcao em 03/08/2017 às 15:08

A jogada do empresário não deu certo hahahaha. O jogador dele precisa mais do clube que o contrário.

Tiago Silva #118 @ticotimao10 em 03/08/2017 às 15:02

Resumindo, o empresário foi um otário e viu a cagada que fez. Por sua ganância, pode ter queimado o jogador, qualquer erro que o atleta cometer em campo será bastante cobrado. São coisas que não precisavam ter vazado.

Lucas 023 #306 @lucas.schoba em 03/08/2017 às 14:39

Pablo quer pagar de craque. E o Corinthians não e lugar disso. Se quer brincar pode ir embora rapaz

Rodrigo Souza #218 @mano.da.fiel em 03/08/2017 às 14:17

O empresario tentou uma de loko mas não funcionou, e teve umas bestas que já foram xingar o Pablo nas midias sociais

Robson Gutierrez #446 @robson.gutierrez em 03/08/2017 às 14:15

Ele sabe que fez [email protected], como que no meio de uma negociação, na primeira proposta contrária ao que quer o cara vai pras redes sociais, vai dar entrevista em rádio e jornais? Que ficasse quieto e continuasse a negociação.

Só conseguiu queimar o Pablo com isso, e acho que ele aprendeu que o Pablo ainda tem que comer muito arroz e feijão pra virar ídolo por aqui e ter a torcida brigando por ele.

Jean Carlos #872 @jeancarlos10 em 03/08/2017 às 14:06

Simples se não quiser só pegar suas trocas e vazar.

Luis Lima #99 @luislima em 03/08/2017 às 14:05

A verdade é uma só.

O jogador precisa muito mais do Corinthians, do que o Corinthians dele.

O que existe é uma inversão de valores.

Muita frescura para pouco jogador.

Ele deveria implorar para jogar aqui e não o contrario.

Obrigado pelos serviços prestados, agradecemos a raça demonstrada, mas o local de exigir tanta coisa assim é o Palmerdas, Rio Branco, São Caetano, Mirassol...

Aqui não!

Thiago Souza #4.865 @thithi11 em 03/08/2017 às 14:00

Aí Fernando Cesar, AFINOU ao ver a reação da nossa Torcida a favor do Corinthians. Vai Timão