A mídia que massacra o Corinthians massacra o trabalhador

Fórum do Corinthians
Tópico popular Entenda as regras

Artur #7.910 @gomesartur78 em 28/04/2017 às 10:16

Hoje é um dia histórico para milhões de brasileiros que ousaram ir à luta por seus direitos. O Brasil parou. Devemos seguir esse exemplo como corinthianos e reivindicar nossos direitos contra dirigentes corruptos. E protestar contra essa mídia preconceituosa. Vejam: massacraram o Fagner. Só publicam noticias negativas sobre o Corinthians. O vice do Flamengo foi preso, mas lá é modelo de gestão.

Sobre as críticas às reformas de Temer, a Globo não divulga uma linha. Mas para malhar trabalhadores e a Fiel não perdem tempo. Acordem! De que lado estão?

535 visualizações e 129 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Últimas respostas

Artur Gomes #7.910 @gomesartur78 em 30/04/2017 às 23:01

Prefere viver na Suécia ou nos Estados Unidos? Meu caro, no Brasil, há um sistema tributário concentrado no consumo que pune justamente quem trabalha. Quer ser liberal pra valer? Defenda que a sociedade garanta que todos partam de uma posição igualitária pra se desenvolver. Isso não acontece no Brasil porque o sistema político e judiciário protege os mais ricos.

Publicidade

Artur Gomes #7.910 @gomesartur78 em 30/04/2017 às 19:46

Então, cara, mas estamos contra essa reforma justamente para que você não trabalhe 11 horas dia! Precisamos distribuir renda, e sobretudo incentivar quem 'vive do trabalho', e não quem vive da exploração alheia. Sou a favor do fim do imposto sindical, acho que o trabalhador deve escolher se quer ou não pagar. Agora, isso não pode ser feito por meio de uma reforma que nos tira direitos, cara. Aceitar que o negociado vale mais que o negociado é abrir a porteira pra um monte de arbitrariedade. Médico da empresa decidir se grávida pode ou não trabalhar em ambiente insalubre? Trabalhador perder a gratuidade da justiça do trabalho? Isso só piora a desigualdade no país campeão das injustiças sociais. Eu o respeito por trabalhar 11 horas por dia e gostaria que trabalhasse menos pelo mesmo valor. E que a gente taxasse mais os milionários que vivem da especulação e não trabalham nada.

Artur Gomes #7.910 @gomesartur78 em 28/04/2017 às 17:57

Diretas já. Nisso estamos enfim juntos. Gilmar não fez isso porque está no bolso dos mesmos que financiam Temer

Artur Gomes #7.910 @gomesartur78 em 28/04/2017 às 17:56

A realidade o desautoriza amigo. A desigualdade só cresce no mundo e você bate palmas?

Artur Gomes #7.910 @gomesartur78 em 28/04/2017 às 17:42

você realmente acha que trabalhador e patrões negociam em pé de igualdade? É por isso que disse pra você estudar. Nem os liberais clássicos, como Adam Smith, pensavam isso. Há uma relação de opressão e o Estado a regula. As empresas compram politicos, deputados e presidentes. Mas você acha que o problema são os sindicatos? Nao2 faz sentido.

Thiago . #1.884 @thiago.oeew em 28/04/2017 às 17:23

Irmão, agora eu desisti de vez, não sou especialista, mas tenho certeza que a Alice sofre de dislexia..

Artur Gomes #7.910 @gomesartur78 em 28/04/2017 às 17:11

Meu amigo russo, por acaso você acha que o trabalhador deve apoiar políticos corruptos como Michel Temer e os deputados citados na Lava Jato? São esses os defensores do povo? Hahahahahaahahahahahahahhaahahahhaahahah

Assuma que você defende corruptos. Só revele qual é seu político corrupto de estimação pra gente poder conversar mais a respeito.

Artur Gomes #7.910 @gomesartur78 em 28/04/2017 às 17:07

Fiodor, o russo que deu origem ao seu nome se revira no túmulo. O sindicato nasceu no século xix, ainda na Inglaterra, quando trabalhadores não tinham direitos, e precisavam trabalhar 14 horas por dia, ao lado de mulheres, crianças, sem descanso ao final de semana, sem férias. É o retorno a esse mundo que você quer? Estudar é uma benção, amigo. Se você fizesse isso, seria menos agressivo e poderíamos conversar mais.

Artur Gomes #7.910 @gomesartur78 em 28/04/2017 às 16:33

Thiago, não sou sindicalista. Mas defendo até o fim o direito de sindicatos existirem. Por causa deles trabalhadores não vivem em regime de semi escravidão. Excluir 'desajustados' da sociedade é solução fascista. Menino, deixa de ser mais um Homer Simpson e leia um livro de história. Aprenda um pouquinho sobre o que é democracia, direito de greve e totalitarismo.

Thiago #1884 @thiago.oeew em 28/04/2017 às 15:19

" "

A é, é essa a hora que vocês começam a chamar de fascistas né? Kkkkkkkkk, alguém que faz mal a sociedade deve sim ser excluído dela, não especificamente por você ser sindicalista (parece que a carapuça serviu né!? Kkkkkkkkkkkkkkk). Mas relaxa, trabalhar realmente não é a coisa mais prazerosa do mundo, mas quando você receber o pagamento vai ficar feliz de saber que você recebeu pelo seu suor, será um momento muito diferente na sua vida.. Já pensou? Já que sempre recebeu um dia de todos os trabalhadores que foram 'obrigados a contribuir' (como assim? Se é contribuição não deveria ser obrigatória..), agora receberá por ter trabalhado! Se você não se acostumar volte a fazer grevinhas, quem sabe não entra outro governo de vagabundos e obriga todos a 'contribuir' com os sindicatos!? Sabe estava olhando seu perfil, vi que só tem mensagens políticas.. Mas deve ser coincidência, deve ser...

Artur Gomes #7.910 @gomesartur78 em 28/04/2017 às 16:30

Escravocrata. Simples assim