Gás final no segundo tempo tem sido decisivo para o Timão

Gás final no segundo tempo tem sido decisivo para o Timão

Por Meu Timão

É só manter a fé. Esperar, aguardar o intervalo e a volta do vestiário, apesar do grande nervosismo, e o gol sairá, Fiel torcedor! Foi assim em cinco ocasiões, nos últimos dez jogos, que o Corinthians conseguiu somar pontos decisivos para a permanência na liderança do Brasileiro, com gols na segunda metade do segundo tempo (após os 22 minutos). Para Tite, méritos do preparo físico dos atletas, da maturidade adquirida e do controle emocional, mesmo na reta final do torneio.

É tudo isso, além da capacidade do time de saber que pode decidir a qualquer momento, disse o treinador corintiano. É mentalidade. É capacidade de suportar a pressão. É capacidade de ter paciência. É alma. É um poder individual de um atleta. E de administrar o nervosismo. Pode colocar qualquer coisa dessas que o nosso time tem bastante, prosseguiu Tite, contente com a preparação física atual de seu elenco.

Contra o Ceará, um sofrimento, mas o gol da vitória magra saiu aos 35 minutos da segunda etapa. A história se repetiu, na virada do último domingo, contra o Atlético-MG: o tento vitorioso saiu restando um minuto para o fim. O mesmo também ocorreu no triunfo, de virada, por 2 a 1, contra o Avaí, e nos empates importantíssimos por 1 a 1, contra o Internacional, e por 2 a 2, diante do Vasco. Veja mais detalhes no infográfico abaixo.

Isso (qualidade física de extrair bom rendimento no fim do jogo) é mérito de todo o trabalho e não é coincidência o gol sair no fim. Mas não sou mágico. Não pensei em focar só na segunda etapa. Isso não existe. Isso também é todo um processo tático que e Tite faz nas partidas. E o rendimento físico dos últimos meses, cresceu bastante. Estou muito contente com isso (rendimento positivo na segunda etapa), disse o preparador físico do clube, Fábio Mahseredjian, que enxerga um dos motivos para o feito.

Diminuímos a carga e o volume do trabalho. Depois do jogo contra o América-MG (derrota por 2 a 1), muitos questionaram, mas eu tinha convicção que esse era o melhor a ser feito e daria resultado em campo com uma possível melhora no segundo tempo. E tem dado, prosseguiu Mahseredjian. Agora, tudo isso seria ineficiente, se o técnico não soubesse usar suas melhores peças nos momentos certos e saber adequar taticamente seu time conforme a adversidade do jogo. E isso, não é por nada, tenho feito bem, argumentou Tite. E tem mesmo!

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Artilheiro do Brasileirão, Jô pode levar novo gancho do STJD

    Jô e Clayson, do Corinthians, voltam a ser julgados no STJD

    ver detalhes
  • O diário da invasão -  Cinco anos de um feito histórico

    [Rafael Castilho] O diário da invasão - Cinco anos de um feito histórico

    ver detalhes
  • Antonio Roque Citadini é candidato da oposição à presidência do Timão

    Em defesa à Arena, Citadini lembra crime fiscal de Andrés: 'Arrebentou com as finanças'

    ver detalhes
  • Pablo foi campeão paulista e brasileiro pelo Corinthians em 2017

    Corinthians volta a negociar com Pablo e pode contratá-lo para 2018, diz portal

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes