Presidente do Corinthians quer e exige título do Paulistão nesta temporada

Presidente do Corinthians quer e exige título do Paulistão nesta temporada

O Estadual, claro, não é prioridade. Todo o planejamento da comissão técnica de Tite foi para conquistar o bi da Libertadores e, com isso, ter chance de repetir o feito em dezembro, agora no Marrocos, que substitui o Japão como anfitrião do torneio da Fifa.

Mas isso não significa que o Corinthians vá menosprezar o Paulistão. O treinador, que ainda não tem este título em seu currículo, tem convicção de que é possível levar boa parte da primeira fase sem expor seus principais atletas.

Os jogadores que participaram ativamente da conquista do Mundial se reapresentaram depois dos demais e só devem entrar em campo pela primeira vez na sétima ou oitava rodada do Estadual.

Mas lá na frente, no momento de decisão, Tite, com certeza, não vai poupar ninguém. No ano passado, nas quartas de final, quando foi eliminado pela Ponte Preta no Pacaembu, o Corinthians entrou em campo com força máxima.

A péssima atuação do goleiro Júlio César fez com o que o até então titular perdesse o posto para Cássio. O reserva acabou sendo fundamental na conquista da Libertadores, principalmente ao defender um chute de Diego Souza nas quartas de final contra o Vasco.

INVESTIMENTO
A torcida também terá de esperar um pouco mais para ver os reforços em campo. E será difícil segurar tanta ansiedade. O Corinthians investiu pesado para se manter no topo em 2013. Apenas o atacante Alexandre Pato custou R$ 40 milhões.

"Nunca estive tão bem como estou agora. Só quero jogar, ser feliz", avisou Pato. "Foi uma ótima escolha. Voltei para jogar no campeão do mundo."

A diretoria ainda contratou um novo camisa 10. Renato Augusto trocou o Bayer Leverkusen, da Alemanha, pelo Corinthians, que investiu R$ 10,8 milhões por 50% dos direitos econômicos do jogador.

"Vim para ser feliz e posar para o pôster de campeão", avisou o meia, que tem no currículo dois títulos cariocas e duas Taças Guanabara pelo Flamengo em 2007 e 2008.

A defesa também recebeu o reforço de Gil. Revelado pelo Americano e com passagem de destaque pelo Cruzeiro, o zagueiro, que estava no Valenciennes, da França, chega para fazer parte do projeto de rejuvenescimento do elenco.

A média de idade do time titular campeão do Japão foi de 29,4 anos. Pato (23), Renato Augusto (24) e Gil (25) ainda têm muita lenha para queimar, com potencial para ocupar o espaço de Danilo (33), Emerson Sheik (34) e Chicão (33) aos poucos.

O Paulista pode até não ser tão apetitoso em um ano em que o objetivo é se manter no topo do mundo, mas, não conquistá-lo, como disse o presidente, não está na natureza do corintiano, recordista de estaduais com 26 conquistas.

Fonte: Estadão

Veja Mais:

  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes