O Corinthians já está escalado para enfrentar o Atlético-PR pelo Brasileirão

O Corinthians já está escalado para enfrentar o Atlético-PR pelo Brasileirão

Por Meu Timão

Cleber jogara na defesa ao lado de Gil

Cleber jogara na defesa ao lado de Gil

Foto: Gazeta Press

O Corinthians enfrenta o Atlético-PR em Mogi Mirim pelo Brasileirão. Apesar do mando de campo ser do Timão, o jogo não será no Pacaembu por conta de uma suspensão do STJD depois da briga entre Corinthianos e Vascaínos em Brasília. O clube foi obrigado a mandar o jogo com uma distância mínima de 100km de São Paulo.

Nesse jogo, Tite teve dificuldades pra escalar o Corinthians. Com Paolo Guerrero, Fábio Santos e Renato Augusto ainda no departamento médico e Alexandre Pato convocado pra Seleção, o treinador optou por voltar Romarinho ao time titular (jogando como atacante) e colocar Douglas e Danilo no meio campo. Já na zaga, por condições físicas, Tite preferiu escalar Cleber no lugar de Paulo André.

Com isso, o Corinthians entra em campo num 4-4-2 formado com: Cássio; Edenílson; Gil, Cléber e Alessandro; Ralf, Guilherme, Danilo e Douglas; Romarinho e Emerson Sheik.

Do outro lado, o Atlético-PR vem fazendo uma boa campanha no Brasileiro, o clube que está presente no G4 deve jogar com Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; Bruno Silva, João Paulo, Everton e Zezinho; Marcelo e Ederson.

Boa sorte, Corinthians!

Veja Mais:

  • Com Balbuena e Pablo na defesa, Timão tenta derrotar arquirrival dentro de seus domínios

    Corinthians volta à Arena em primeiro teste de Carille contra Palmeiras

    ver detalhes
  • Fiel apoiou Timão no treino pré-Dérbi em Itaquera

    Fiel provoca rival na Arena: 'Você não vive sem a Série B'; assista

    ver detalhes
  • Bandeiras de mastro na Arena Corinthians

    'O melhor treino para o maior clássico do mundo', por Bruno Teixeira Rolo

    ver detalhes
  • Carille terá onze suplentes à disposição no clássico

    Jadson fica fora do Dérbi; veja lista de relacionados do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes