Para ficar, Tite tem de mexer no time

Para ficar, Tite tem de mexer no time

Tite conversa com o gerente Edu Gaspar durante treino do Corinthians

Tite conversa com o gerente Edu Gaspar durante treino do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr./Corinthians

Nenhuma renovação de contrato do Corinthians nos últimos tempos anda tão nebulosa quanto esta de Tite. O treinador não sabe se sairá no fim do ano ou se ficará para 2014. A diretoria alvinegra vive dúvida semelhante. Mas uma coisa é certa: se as duas partes optarem pela permanência do comandante, os principais aliados dele no time vão dançar.

É fato que os cartolas alvinegros querem uma reformulação para 2014. Principalmente quando o assunto é o elenco. Nomes como os de Paulo André, Alessandro, Danilo, Emerson e Fábio Santos já não agradam como em tempos atrás e podem sair. E é aí que mora o problema para Tite.

Todos os cinco atletas citados já foram bancados pelo técnico em algum momento no Corinthians. E, quando Tite ficou na corda bamba, foram eles quem evitaram a demissão. Existe uma certa lealdade, que terá de ser quebrada para a renovação de contrato, de fato, sair.

'Isso é uma das coisas que pesam para a renovação. Sabemos que o Tite está com os caras, mas, se ele quiser ficar, provavelmente não terá todos ao seu lado', disse um diretor alvinegro ao DIÁRIO.

O treinador segue pesando essa situação para saber se vale a pena continuar o projeto com novos homens de confiança ou se chegou a hora de realmente dizer adeus ao Timão.

diretoria/ Tite não é o único em dúvida. A diretoria também analisa se vale a pena mantê-lo no cargo. Pesam contra ele os fatos de os resultados no segundo semestre terem sido muito ruins e de o time, muito provavelmente, não disputar a Taça Libertadores de 2014. Por isso, parte da diretoria, além do ex-presidente Andrés Sanchez, quer outro treinador.

Na cúpula do futebol, formada pelo presidente Mario Gobbi, os diretores Roberto de Andrade e Duílio Monteiro Alves e o gerente Edu Gaspar, a divisão também existe. Não há uma rejeição extrema ao nome de Tite, assim como o amor não é igual ao de tempos atrás.

Tudo isso será decidido quando o time chegar a 46 ou 47 pontos e escapar de vez do rebaixamento. Até lá, Tite e diretoria pesam se vale a pena manter o duradouro namoro, que já é de três anos.

Aliados de Tite na berlinda para 2014

ALESSANDRO - O contrato acabará no fim do ano. Pode se aposentar. A diretoria não se empolga com a renovação. Apesar de ser líder do grupo, o lateral de 35 anos seria muito caro para não aguentar a maratona de jogos do time.

DANILO - Tem contrato até o meio do ano que vem e, se receber proposta, será liberado. Caso isso não aconteça, ficará só até o fim do vínculo. Importante na Libertadores, caiu muito de rendimento neste ano.

EMERSON - É o maior problema da diretoria. Completará 36 anos em 2014 e tem vínculo até julho de 2015. Está jogando mal e, depois do polêmico selinho, perdeu o respeito da torcida. Será liberado em caso de oferta.

FÁBIO SANTOS - Vem se machucando muito, mas há poucas opções no mercado para a posição. Tem contrato até o fim de 2014 e a ideia é que seja vendido. Nesta janela, o time deverá ir atrás de outra opção para o setor.

PAULO ANDRÉ - Muita gente da diretoria se irrita com seu lado político, assim como parte da torcida. Investidores que colocaram Cleber no clube gostariam de vê-lo como titular. O contrato de Paulo acabará no fim de 2014.

Fonte: Diário de São Paulo

Veja Mais:

  • Com contas aprovadas, Roberto de Andrade evitou novo processo de impeachment

    Em votação tensa, gestão de Roberto de Andrade tem finanças aprovadas por Conselho do Corinthians

    ver detalhes
  • Timão prepara novo mosaico para ser exibido na decisão do Paulista

    Corinthians prepara novo mosaico para final do Campeonato Paulista

    ver detalhes
  • Wladimir será o mais novo colunista do Meu Timão

    Herói de 77 será colunista do Meu Timão

    ver detalhes
  • Inaugurada em 2014, Arena tem custo total avaliado em R$ 1,6 bilhão

    Corinthians foi omisso com projeto da Arena, aponta auditoria

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes