Encontro entre Inter e Corinthians reacende rivalidade de 2005

Encontro entre Inter e Corinthians reacende rivalidade de 2005

Depois que o Inter perdeu, com ajuda do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, o Campeonato Brasileiro de 2005 para o Corinthians, a rivalidade entre os dois clubes aflorou. Sempre que ambos se enfrentam, a história daquele campeonato vem à tona. Neste sábado, no Pacaembu, as duas equipes jogam com objetivos diferentes no Brasileirão.

O time paulista apenas cumprirá tabela. Mas terá um fator motivacional importante: a despedida do técnico Tite frente à torcida. Para o Inter, é o jogo do alívio. Uma vitória afasta o risco de rebaixamento. Caso contrário, a última semana da temporada será tensa. Dependendo dos resultados paralelos, o Inter chegará à 38 rodada com chances de cair.

"É o jogo que todo mundo quer jogar", destaca o goleiro Muriel. O técnico Clemer ganhou o reforço do meia D'Alessandro no treinamento de ontem. Como participou normalmente do trabalho, o argentino está confirmado. Outro que treinou entre os titulares foi o volante Willians.

Clemer utilizou Forlán no lugar de Jorge Henrique em determinado momento, colocando uma dúvida na equipe. O Inter ainda fará mais um treinamento hoje antes da viagem para São Paulo. Muriel não acredita que o Corinthians vai entrar em campo relaxado na partida de amanhã. "Dentro de campo o time deles vai estar focado. Nós fizemos um bom jogo contra o Coritiba e vamos tentar colocar isso em prática. Temos que marcar forte, tirar os espaços e buscar fazer uma grande partida", comentou.

Muriel é outro jogador que encontrou dificuldades para explicar a péssima campanha do Inter no Brasileirão. "É complicado apontar uma causa. A responsabilidade maior é do grupo de jogadores. O time luta, mas, às vezes, não consegue os objetivos", finalizou.

Fonte: Correio do Povo

Veja Mais:

  • Treino com torcida na Arena Corinthians não é novidade

    Organizadas pedem e último treino antes do Dérbi terá presença da torcida na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes