Roberto Carlos condena organizadas do Corinthians: “prejudicam muito a imagem do clube”

Roberto Carlos condena organizadas do Corinthians: “prejudicam muito a imagem do clube”

Ex-lateral e atual treinador, Roberto Carlos criticou duramente os membros das torcidas organizadas do Corinthians que invadiram o CT do clube e agrediram jogadores e funcionários, na última semana. Segundo o atual comandante do Sivasspor, da Turquia, a ação pode ter sido orquestrada pela oposição do clube.

“É uma pena que isso aconteça em um clube grande e com a história do Corinthians.O verdadeiro torcedor não protesta tanto. Protesta no campo, mas não vai durante a semana para tentar bater ou insultar o jogador. Estas pessoas que foram lá foram mandadas pela oposição, gente que quer ser presidente, diretor, que são pagas para ir lá”, disse para a Rádio ESPN.

Roberto Carlos, que defendeu a equipe paulista entre 2010 e 2011, lembrou que acontecimentos como os da semana passada prejudicam a imagem do Corinthians: “Esses vândalos prejudicam muito a imagem do clube. Acho também que o Corinthians facilita muito em relação à viagens, ingressos. Precisa parar com isso. São sempre os mesmos que querem bater, que se acham mais corintianos que outros. Partir para agressão é coisa de vândalos e bandidos”, finalizou o craque.

Fonte: Goal

Veja Mais:

  • Timão venceu rival brasileiro em Orlando e carimbou classificação à final da Florida Cup Playoff

    Em noite de estreias e gol de Kazim, Corinthians goleia o Vasco na Florida Cup

    ver detalhes
  • Craque da partida, Kazim marcou um gol e deu uma assistência em apenas 45 minutos; Cristian foi abaixo

    Time reserva supera titular em notas da partida

    ver detalhes
  • Carille já foi avisado que Fagner e Rodriguinho podem ser convocados

    Além de Fagner, meia do Corinthians pode ser chamado por Tite para a Seleção Brasileira

    ver detalhes
  • Jadson coloca Corinthians como prioridade após retorno ao Brasil

    [Marco Bello] Jadson coloca Corinthians como prioridade após retorno ao Brasil

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes