Alexandre Pato garante ter sofrido boicote no Corinthians

Alexandre Pato garante ter sofrido boicote no Corinthians

Sheik e Pato já foram amigos no Corinthians

Sheik e Pato já foram amigos no Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

O ciúme foi o grande empecilho enfrentado por Alexandre Pato nos tempos de Corinthians. E quem garante isso é o próprio atacante. Para pessoas próximas no São Paulo, ele afirmou que foi boicotado por alguns dos ex-companheiros.

O grande responsável pela perseguição, segundo Pato, foi Emerson Sheik. “Ele ficou louco da vida quando descobriu que ganhava metade do meu salário”, disse Pato, a um grupo de são-paulinos.

Até a diretoria alvinegra percebeu a má vontade de Sheik, que não diminuiu mesmo depois do aumento salarial — na metade de 2013, o Timão prorrogou o contrato do atacante e passou a pagar R$ 500 mil por mês, acréscimo de R$ 100 mil.

Pato também diz ter sentido um tratamento extremamente frio por parte de Jorge Henrique e Romarinho.

A ponto de os atacantes evitarem tocar a bola para ele dentro de campo. Jorge Henrique deixou o Parque São Jorge em 3 de julho do ano passado, negociado com o Internacional.

Fonte: Blog do jornalista Jorge Nicola

Veja Mais:

  • Universidade Brasil firmou acordo com Corinthians para primeiro jogo da final estadual

    Corinthians anuncia patrocínio pontual para final do Paulistão; veja como fica a camiseta

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não volta ao Corinthians em 2017

    Corinthians empresta Alan Mineiro para quarto clube diferente em menos de um ano

    ver detalhes
  • Corinthians encerrou preparação contra a Ponte Preta

    Clima bom, susto de Pablo e escalação do Corinthians: o último treino antes da Ponte Preta

    ver detalhes
  • Casuals foi derrotado nos pênaltis neste sábado; próxima temporada só em agosto

    Nos pênaltis, Corinthian-Casuals perde final e adia sonho de subir de divisão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes