Marcelo joga a sétima partida pelo Atlético-PR e acaba com o 'sonho' do Timão

Marcelo joga a sétima partida pelo Atlético-PR e acaba com o 'sonho' do Timão

Por Larissa Emanuelle

1.1 mil visualizações 55 comentários Comunicar erro

Marcelo não reforçará o Timão

Marcelo não reforçará o Timão

A novela para trazer o atacante Marcelo, do Atlético-PR, chegou ao fim. Nesta última rodada do Campeonato Brasileiro, o jogador realizou a sua sétima partida pelo clube paranaense e dessa forma, não será mais contratado pelo Timão.

Desde junho, a diretoria Corinthiana tentava a contratação do atacante revelação 2013, mas não conseguiu chegar à um acordo com Atlético-PR. O Timão chegou à acertar salários com o atleta, mas a forma de pagamento não agradou o clube detentor dos direitos do jogador. Marcelo estava avaliado em cinco milhões de euros e para comprá-lo, seria necessário dois milhões de entrada para só então parcelar o restante.

Corinthiano desde criança, Marcelo aguardava um desfecho positivo entre os clubes mas acabou assistindo a negociação emperrar. O clube alvinegro, sem contar com o valor em seu caixa, buscou investidores para fechar o acordo mas não obteve êxito. Sem a chegada deste, o Timão segue com as mesmas peças (Romarinho, Luciano, Malcom e Guerrero) e ainda o recém contratado Ángel Romero.

Veja Mais:

  • Técnico da equipe colombiana não poupou elogios ao Corinthians

    Técnico do Millonarios se impressiona com Corinthians: 'Um dos favoritos ao título'

    ver detalhes
  • Paulo Roberto deve ser titular diante do Internacional

    Reapresentação do Corinthians indica um único titular contra Internacional; Sheik é ausência

    ver detalhes
  • Rodriguinho jogou amistoso pelo Brasil em junho de 2017, contra Austrália

    Rodriguinho, do Corinthians, compõe lista de suplentes da Seleção para Copa do Mundo

    ver detalhes
  • Estacionamento da Arena possui capacidade para comportar 1,3 mil veículos

    Corinthians supera imbróglio e anuncia nova gestora do estacionamento da Arena

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes