Mano celebra vitória e brinca com fim do tabu: 'Não tem mais, acabou. Caiu mais um'

Mano celebra vitória e brinca com fim do tabu: 'Não tem mais, acabou. Caiu mais um'

Por Meu Timão

Mano Menezes ficou feliz com a vitória alvinegra no clássico

Mano Menezes ficou feliz com a vitória alvinegra no clássico

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Ao chegar para conceder a entrevista coletiva, Mano Menezes não escondia a satisfação pela vitória do Corinthians, frente ao Santos, em plena Vila Belmiro.

Com esse resultado, o Timão chegou mais perto do Cruzeiro e segue em busca da liderança da competição ainda no primeiro turno. Contudo, o primeiro tema da coletiva foi sobre o fim do tabu de Robinho contra o Santos. Mano não fugiu das perguntas e respondeu logo de cara:

- Não tem mais (tabu), acabou. Caiu mais um. Todos caem! - disse Mano. E ainda teve mais. Ao ser questionado sobre a substituição do atacante do Santos durante o jogo, ele aproveitou para brincar:

- Então não vai contar? (risos).

No fim das contas, o treinador aproveitou para elogiar o nível do jogador e parabenizar pelas boas chances criadas pelo ataque do Santos.

- Temos de aceitar que o nível desses jogadores é acima dos demais. Eles não construíram a trajetória que eles têm porque alguém deu para eles. Fizeram porque têm qualidade. Mesmo não estando nas melhores condições, ele deu bastante trabalho - analisou Mano.

Para finalizar, Mano falou sobre a atual campanha do Timão no campeonato:

- Existem momentos emblemáticos da campanha, hoje era um deles. Foi a segunda vez que o líder tropeçou, e se toda vez que o líder tropeça você não aproveita as oportunidades, fica difícil almejar alguma coisa lá na frente. A equipe me deixou muito contente hoje. Também precisamos deixar claro que não estamos jogando só contra o Cruzeiro, também tem Internacional, Fluminense... Precisamos ter foco e equilíbrio nas análises.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes