Mano detona arbitragem em coletiva

Mano detona arbitragem em coletiva

Por Meu Timão

8.5 mil visualizações 148 comentários Comunicar erro

Mano detonou a arbitragem

Mano detonou a arbitragem

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

O empate contra o Bahia, hoje, na Arena Corinthians, não foi o tema de abertura da coletiva de Mano Menezes.

Logo de cara, o técnico do Timão se reservou no direito de criticar duramente a arbitragem de Anderson Daronco.

- O árbitro picotou o jogo inteiro e essa não é a maneira que o jogo tem que ser seguido. Ele parou por três ou quatro vezes o jogo para dizer que não pode agarrar. Deu fora do padrão, jogador se projeta e ele para o jogo. Não é esse o padrão de arbitragem que se defende. - criticou.

O treinador também aproveitou para falar da situação de Petros e da atuação abaixo da média do jogador:

- O Petros foi um pouco abaixo, mas eu não poderia tirá-lo do time. Sabemos que ele terá um julgamento em breve, mas isso não influi na escalação da equipe - finalizou.

Com o empate, o Timão perdeu a chance de se aproximar dos líderes da competição n tabela de classificação. Agora o Corinthians entra em campo novamente contra o Goiás, na Arena Corinthians, na próxima quinta-feira, às 19h30.

Veja Mais:

  • Mauro da Silva (auxiliar), Duílio Monteiro Alves (diretor-adjunto de futebol) e Alessandro (gerente) durante um dos treinos no CT

    Diretoria assume dificuldade por um 9: 'Futebol na América do Sul pagando salários de Europa'

    ver detalhes
  • Veja gols e lances de Matheus Matias, novo reforço do Corinthians

    VÍDEO: Veja gols e lances de Matheus Matias, novo reforço do Corinthians

    ver detalhes
  • Duilio Monteiro Alves, diretor-adjunto de futebol do Corinthians

    Diretor do Corinthians sobre renovação de Balbuena: 'Não podemos dar um passo maior do que a perna'

    ver detalhes
  • Ainda não há confirmação se o treino na Arena será aberto à Fiel

    Diretor confirma treino na Arena Corinthians em véspera do clássico contra o Palmeiras

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes