Guerrero não será liberado pela seleção peruana

Guerrero não será liberado pela seleção peruana

Por Meu Timão

2.9 mil visualizações 53 comentários Comunicar erro

Guerrero não foi liberado pela federação peruana

Guerrero não foi liberado pela federação peruana

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians tem mais um desfalque confirmado para a sequência do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil. Convocado para defender a seleção peruana nos amistosos contra Iraque e Catar, nos dias 5 e 9 de setembro, respectivamente, o atleta não conseguiu a liberação da federação peruana.

- Eu tenho de ir para a minha seleção. Como todo jogador brasileiro, tenho de ir quando sou convocado. Tentei falar com o treinador, mas eles também precisam de mim lá. O professor (Pablo Bengoechea) está experimentando os jogadores nos amistosos. Tenho de ir - afirmou.

Com a ausência, ele perderá o jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Bragantino, no dia 3 de setembro, e o confronto com o Criciúma, no dia 7, pelo Brasileirão.

Com essa situação, o pedido do técnico Mano Menezes por outros centroavantes tende a ganhar força.. No momento, a diretoria acompanha de perto a situação de Nilmar, que se desvinculou do El Jaish e está na mira.

Veja Mais:

  • Jair passa orientação a Thiaguinho, novo segundo volante titular do Timão

    Jair pode repetir Corinthians para duelo com Atlético-PR; veja única dúvida na escalação

    ver detalhes
  • Carlos Augusto, que está na Seleção Brasileira Sub-20, embarca de Goiânia; Vital e os demais viajam para Curitiba saindo de São Paulo

    Com Carlos Augusto, Corinthians relaciona 23 jogadores para enfrentar o Atlético-PR

    ver detalhes
  • Corinthians caiu nas oitavas de final da Sul-Americana 2017, para o Racing (ARG)

    Menos tenso, Corinthians busca a Sul-Americana 2019; seis motivos mostram importância do torneio

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez e Matias Ávila participaram do Papo Reto desta terça-feira

    Déficit do Corinthians sobe para R$ 26 milhões, mas diretoria comemora ao comparar com 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes