Mano é desafiado por André Santos, evita o balde de gelo e justifica em rede social

Mano é desafiado por André Santos, evita o balde de gelo e justifica em rede social

Por Larissa Emanuelle

Mano Menezes doou mais dinheiro pra uma associação e evitou o balde de gelo

Mano Menezes doou mais dinheiro pra uma associação e evitou o balde de gelo

O técnico Mano Menezes foi desafiado pelo lateral André Santos para também contribuir com o "Desafio do Gelo", mas evitou o banho e contribuiu com a campanha de outra forma. O comandante preferiu depositar um valor na conta de uma associação.

A campanha, que já virou febre nas redes sociais, seria para dar apoio às pessoas portadoras de esclerose lateral amiotrófica (ELA). Esta campanha foi iniciada pelo norte-americano Corey Griffin. Aquele que não participar da divulgação, derramando água gelada sobre sua cabeça, terá que contribuir com mais dinheiro e depositar o valor na conta de uma associação que esteja relacionada à esta doença.

O professor Mano, como não participou da forma mais conhecida da campanha, cumpriu o seu papel e ainda colocou em seu twitter oficial o comprovante de sua contribuição. Enquanto o treinador evitou o balde de gelo, jogadores do Timão aderiram, como Ralf e Lodeiro.

Veja a fala de Mano Menezes em seu twitter oficial, sobre o 'Desafio do Gelo':

Veja Mais:

  • Jadson pode ser relacionado para o clássico contra o Palmeiras

    Jadson pede para enfrentar o Palmeiras; desempenho contra o Água Santa será decisivo

    ver detalhes
  • Camacho e o pai Anizio Camacho

    Acidente em casa tira vida de pai de Camacho; mãe e irmão do jogador são hospitalizados

    ver detalhes
  • Atlético-PR e Coritiba preferiram não realizar a partida e enfrentaram o modelo tradicional do futebol

    Unidos, rivais peitam a Globo e acabam barrados pela Federação Paranaense

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade pode ser afastado nesta segunda-feira

    Linha do tempo e opiniões de conselheiros: tudo sobre o tema impeachment no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes