Corinthians busca atacante na série B

Corinthians busca atacante na série B

Por Meu Timão

Nilmar era o sonho de consumo da diretoria alvinegra

Nilmar era o sonho de consumo da diretoria alvinegra

Foto: Divulgação

O Corinthians precisa de um novo atacante e isso não é novidade para ninguém. Contudo, o sonho de consumo, Nilmar, está distante do Parque São Jorge.

Com poucas esperanças em contratar o atleta, a diretoria busca reforços em mercados alternativos e a bola da vez é a série B. A intenção é trazer um nome para compor o elenco e servir como alternativa, principalmente, a Paolo Guerrero.

Na segunda divisão, alguns nomes já são observados. A grande dificuldade de trazer alguém da série A é que os bons atletas já fizeram sete jogos ou mais e não podem mais se transferir para outra equipe.

O gerente de futebol Edu Gaspar ainda atenta aos valores, muito mais altos na divisão de elite.

- O mercado está com valores difíceis. Estamos avaliando o mercado, a Série B é um mercado que nos atrai. Estamos olhando alguém que nos atenda para uma sequência de jogos, não apenas para uma ou duas partidas. Precisamos fazer as coisas com calma para tomar a melhor decisão possível - declarou.

O cartola também falou da situação de Nilmar, que não aceitou a oferta de R$ 350 mil reais mensais. O staff do jogador queria, pelo menos, o dobro.

- Os valores que se comentaram sobre o Nilmar são difíceis até mesmo para o futebol europeu. Imagine para o futebol brasileiro... - lamentou Edu Gaspar.

No momento, a única negociação em curso é a venda do atacante Romarinho para o mesmo El-Jaish de Nilmar. Resta a Fiel esperar novidades em breve.

Veja Mais:

  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes