Mário Gobbi fala sobre os assuntos que envolvem o ano do Corinthians

Mário Gobbi fala sobre os assuntos que envolvem o ano do Corinthians

Por Larissa Emanuelle

6.6 mil visualizações 90 comentários Comunicar erro

Mário Gobbi, presidente do Corinthians, concedeu entrevista ao Estadão

Mário Gobbi, presidente do Corinthians, concedeu entrevista ao Estadão

O atual presidente do Corinthians, Mário Gobbi, concedeu entrevista ao Estadão e comentou sobre a situação financeira dos clubes e claro, sobre o Timão. O dirigente não somente falou sobre os problemas internos, mas também sobre a Arena Corinthians, a contratação de Alexandre Pato e os Naming Rights.

Sobre a chegada de Pato ao Corinthians:

"Compramos o Pato porque o Corinthians precisava de um artilheiro para fazer gols e alavancar as vendas. Ele é um ícone, que depois venderíamos para recuperar o investimento de 15 milhões de euros. Depois que trouxemos o pato, o dinheiro começou a sumir do mercado. Isso foi um baque que não só o Corinthians, mas os outros grandes clubes sentiram do mesmo jeito. Quem não comprou o Pato afundou da mesma forma. Temos de torcer para que ele jogue bem e consiga produzir o que pode para a gente recuperar o investimento".

Rendimento do Timão com Mano Menezes:

"Começamos a montar um time no meio do Campeonato Paulista e querem que a gente ganhe tudo. O time que estamos montando é muito bom, mas no ano que vem será melhor ainda. Nosso time tem potencial, mas é preciso ter paciência".

Negociação dos Naming Rigths da Arena Corinthians:

"Estamos em busca e ele virá. Assinei duas vezes a autorização para o negócio ser fechado, mas não deu certo. Estamos conversando com as empresas".

Administração do novo estádio alvinegro:

"O estádio tem uma gestão independente. É incompatível tocar o Corinthians e o estádio. Tem um fundo que cuida de receitas e despesas. Será assim durante os dez anos que temos para pagar as dívidas. Receitas que entram lá ficam lá para abater a dívida. A bilheteria está estourando, temos renda de quase R$ 2 milhões por jogo, mas não entra um centavo para o clube. Vai tudo para amortizar a dívida".

Veja Mais:

  • Fábio Carille exibe a taça de heptacampeão brasileiro; treinador seguirá carreira na Ásia

    Fábio Carille deixa Corinthians e acerta com Al-Wehda, da Arábia Saudita

    ver detalhes
  • Osmar Loss (à esq.) sucede Carille no comando técnico do Corinthians

    Osmar Loss assume Corinthians após saída de Carille; estreia acontece nesta quinta

    ver detalhes
  • Carille, agora ex-Corinthians, acertou com Al-Wehda, do mundo árabe

    Corinthians divulga vídeo de agradecimento a Carille

    ver detalhes
  • Titulares do Corinthians foram a campo nesta terça-feira

    Titulares vão a campo, mas Carille não esboça time; jovem ganha atenção especial no fim do treino

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes