Atlético-GO x Corinthians

Pelo Campeonato Brasileiro, o Corinthians enfrenta agora o Atlético-GO

Acompanhe ao vivo

Mário Gobbi fala sobre os assuntos que envolvem o ano do Corinthians

Mário Gobbi fala sobre os assuntos que envolvem o ano do Corinthians

Por Larissa Emanuelle

Mário Gobbi, presidente do Corinthians, concedeu entrevista ao Estadão

Mário Gobbi, presidente do Corinthians, concedeu entrevista ao Estadão

O atual presidente do Corinthians, Mário Gobbi, concedeu entrevista ao Estadão e comentou sobre a situação financeira dos clubes e claro, sobre o Timão. O dirigente não somente falou sobre os problemas internos, mas também sobre a Arena Corinthians, a contratação de Alexandre Pato e os Naming Rights.

Sobre a chegada de Pato ao Corinthians:

"Compramos o Pato porque o Corinthians precisava de um artilheiro para fazer gols e alavancar as vendas. Ele é um ícone, que depois venderíamos para recuperar o investimento de 15 milhões de euros. Depois que trouxemos o pato, o dinheiro começou a sumir do mercado. Isso foi um baque que não só o Corinthians, mas os outros grandes clubes sentiram do mesmo jeito. Quem não comprou o Pato afundou da mesma forma. Temos de torcer para que ele jogue bem e consiga produzir o que pode para a gente recuperar o investimento".

Rendimento do Timão com Mano Menezes:

"Começamos a montar um time no meio do Campeonato Paulista e querem que a gente ganhe tudo. O time que estamos montando é muito bom, mas no ano que vem será melhor ainda. Nosso time tem potencial, mas é preciso ter paciência".

Negociação dos Naming Rigths da Arena Corinthians:

"Estamos em busca e ele virá. Assinei duas vezes a autorização para o negócio ser fechado, mas não deu certo. Estamos conversando com as empresas".

Administração do novo estádio alvinegro:

"O estádio tem uma gestão independente. É incompatível tocar o Corinthians e o estádio. Tem um fundo que cuida de receitas e despesas. Será assim durante os dez anos que temos para pagar as dívidas. Receitas que entram lá ficam lá para abater a dívida. A bilheteria está estourando, temos renda de quase R$ 2 milhões por jogo, mas não entra um centavo para o clube. Vai tudo para amortizar a dívida".

Veja Mais:

  • Pedro Henrique e Pablo formarão dupla de zaga do Corinthians neste domingo

    Corinthians confirma escalação com mudança na zaga para encarar Atlético-GO

    ver detalhes
  • Jô marcou os dois gols do Corinthians no Brasileirão até aqui

    Já de olho na ponta do Brasileirão, Corinthians visita lanterna neste domingo

    ver detalhes
  • Clayson deve estrear com a camisa do Corinthians neste domingo

    Relacionado pela primeira vez, Clayson faz declaração à torcida do Corinthians em rede social

    ver detalhes
  • Pablo e Malcom se juntaram durante viagem do atacante ao Brasil

    Campeões pelo Corinthians, Pablo e Malcom se reencontram: 'Resenha fera'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes