Fábio Santos comemora G4 e mira o título do Brasileirão

Fábio Santos comemora G4 e mira o título do Brasileirão

Por Larissa Emanuelle

Fábio Santos acredita que o Timão pode ser campeão brasileiro

Fábio Santos acredita que o Timão pode ser campeão brasileiro

O empate com o Criciúma irritou o torcedor Corinthiano, mas ainda anima os jogadores do Timão, que celebram a permanência no G4. O lateral Fábio Santos, no entanto, acredita que o Corinthians ainda tem condições de ser campeão brasileiro.

"Precisamos vencer os jogos contra as equipes de baixo da tabela para brigar pelo título. Se trocássemos os dois últimos empates por algumas vitórias estaríamos brigando lá em cima, mas também não é de se jogar fora. Acabou o primeiro turno e estamos no G4. Esse era um dos nossos objetivos, temos de valorizar".

O Timão tem perdido pontos preciosos diante de equipes que estão na pior parte da tabela. No entanto, a equipe do técnico Mano Menezes estava com seis desfalques. Agora, diante do Atlético Mineiro, é buscar três pontos na competição.

Com mais opções no ataque, o Corinthians enfrentará a equipe mineira em sua Arena, nesta quinta-feira, pelo Campeonato Brasileiro. A vitória garante a permanência na parte de cima da tabela e a busca pelo título.

Veja Mais:

  • Vagner Mancini teria ofendido jornalista da Rádio Bandeirantes

    Vaza suposto áudio de Mancini festejando vitória com ofensa a jornalista: 'Babaca corinthiano'

    ver detalhes
  • Corinthians pode chegar a dez pontos de diferença nesta quarta-feira

    Grêmio empata no Sul e Corinthians só perde um ponto de diferença na tabela; confira

    ver detalhes
  • Titular contra o Vitória, Gabriel se posicionou sobre a derrota em rede social

    'Mais forte do que nunca': jogadores do Corinthians comentam derrota nas redes sociais

    ver detalhes
  • Rodriguinho foi um dos destaques do duelo na Arena; arbitragem bastante questionável

    Juiz 'esquece' pênaltis, Corinthians para na retranca do Vitória e perde a primeira no Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes