Tite desmente negociação antecipada pra voltar ao Corinthians

Tite desmente negociação antecipada pra voltar ao Corinthians

Por Meu Timão

Tite saiu do Corinthians no final do 2013

Tite saiu do Corinthians no final do 2013

Nesta terça-feira, no programa Fox Sports, o entrevistado da vez foi o ex-treinador do Corinthians, Adenor Tite. Os assuntos mais conversados foram a possível volta do Corinthians, a seleção e suas conquistas no Timão.

Sobre a volta pro Corinthians

Nessa terça-feira, uma matéria do site Lancenet dizia de uma possível conversa entre Tite e um dos candidatos a presidência do Corinthians. Questionado pelo apresentador Benjamin Back, se já houve uma conversa eles, Tite negou qualquer contato, desmentindo a matéria do diário Lance, e disse que não negociará com qualquer time, incluindo o Corinthians, enquanto tiver outro treinador no comando da equipe.

Entretanto, Tite confirmou o bom relacionamento com Roberto de Andrade e Antônio Roque Citadini, os dois prováveis candidatos a próxima presidência do clube.

Sobre a seleção

Adenor admitiu que a prioridade dele após a saída do Corinthians, era mesmo assumir a seleção brasileira ou pelo menos a seleção japonesa. E por conta disso, negou qualquer convite de clube no primeiro semestre de 2014, mesmo contando com o risco de acabar a Copa do Mundo e ficar sem um cargo.

O treinador usou o tempo pra se atualizar no futebol, acompanhar grandes partidas em todo o mundo, falar com outros treinadores e aproveitar também a família um pouco mais. Até que acabou a Copa do Mundo e o convite da seleção veio pra um nome completamente insperado.

Segundo Tite, ele imaginava fazer parte de uma "barca" que poderia assumir a seleção, junto com Cuca, Marcelo Oliveira, Dunga e Muricy Ramalho, os melhores treinadores do Brasil na atualidade segundo o treinador. Entretanto, o nome de Dunga foi surpreendente para o técnico que questionou os critérios da CBF.

Sobre a Libertadores de 2012

Tite relembrou um dos seus maiores momentos no clube, na partida épica contra o Vasco onde o treinador foi expulso e assistiu boa parte do jogo na arquibancada do Pacaembu.

Na partida, Cássio fez uma das maiores defesas da sua carreira e Paulinho fez o gol no de cabeça no final do segundo tempo, indo comemorar com a torcida.

Segundo o ex-técnico do Timão, foi nesse momento que ele sentiu que o time tinha condições de vencer a competição, ainda na arquibancada ele percebeu e falou "o time está muito forte".

Sobre o Amarilla

O treinador também falou sobre o árbitro da partida entre Corinthians 1x1 Boca Juniors que resultou na eliminação do Corinthians na Libertadores 2013.

Na ocasião, o Corinthians teve 2 pênaltis não marcados e um gol mal anulado. Tite disse que prefere evitar qualquer tipo de contato com o árbitro pois não tem como perdoar alguém que foi tão mal intencionado.

O ex-treinador do Timão foi enfático, dizendo. "não quero encontrar nunca mais com o Amarilla".

Veja Mais:

  • Yago volta ao Corinthians na primeira semana de janeiro

    Após empréstimo, zagueiro é reintegrado ao Corinthians; Del'Amore no radar

    ver detalhes
  • Scarpa tem reunião marcada com empresários neste sábado

    Alvo do Corinthians, Scarpa agenda reunião com representantes para decidir futuro

    ver detalhes
  • Promoção da empresa Apito Promocional na camisa durante o Brasileirão 2012

    Corinthians mantém cobrança milionária contra ex-patrocinador; calote chega a cinco anos

    ver detalhes
  • Corinthians sabe da vontade do atacante e espera sinal do clube para avançar

    Corinthians aguarda sinal do Vitória para decidir situação de Tréllez até segunda-feira

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes