Estatísticas explicam o maior problema do Corinthians

Estatísticas explicam o maior problema do Corinthians

Por Meu Timão

Time do Mano tem sofrido com as bolas na área

Time do Mano tem sofrido com as bolas na área

Após mais uma derrota para time pequeno, muito foi discutido da causa dos resultados ruins do Corinthians. E o maior problema entre todos não foi a falta de criação do meio campo, ou de finalizações do ataque.

Segundo um levantamento do site Lancenet, parece que o pior defeito no time tem sido os cruzamentos. Dos últimos 10 gols que o Corinthians sofreu (sem contar pênaltis), 9 foram de cruzamentos na área. Entre as causas do problema, estão a marcação errada dos zagueiros e laterais, a "linha burra" de impedimento, ou falhas individuais como o gol contra do Ferrugem (Corinthians 1x1 Chapecoense) ou a mal saída do gol do Cássio (Figueirense 1x0 Corinthians).

Em entrevista coletiva, Bruno Henrique falou sobre o assunto:

- O Corinthians tem a característica muito forte de não tomar gol de bola parada. É uma coisa que a gente trabalha muito, treinamos muito para não acontecer, não podemos tomar gol assim. Tem decidido os jogos. Tomamos dois contra o São Paulo, mas vencemos. Ontem, levamos e perdemos - disse o volante.

Veja Mais:

  • Pablo explica tratativas paradas por permanência no Corinthians: 'Já conversamos, mas não deu certo'

    [Marco Bello] Pablo explica tratativas paradas por permanência no Corinthians: 'Já conversamos, mas não deu certo'

    ver detalhes
  • Dentinho tem três títulos com a camisa do Corinthians

    Na torcida pelo título do Corinthians, Dentinho fala sobre possível retorno: 'Está próximo'

    ver detalhes
  • Sub-17 do Timão estreia na Copa do Brasil nesta terça-feira

    Atual campeão, Sub-17 do Corinthians encara Londrina na estreia da Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Apesar de oscilação do Timão, nenhuma equipe tem tirado diferença para primeira colocação

    A 13 jogos do fim do Brasileirão, vantagem do Corinthians na liderança segue de dez pontos

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes