Timão terá que pagar mais de R$ 1 milhão à Felipe

Timão terá que pagar mais de R$ 1 milhão à Felipe

Por Larissa Emanuelle

3.9 mil visualizações 76 comentários Comunicar erro

Corinthians precisará pagar mais de R$ 1 milhão à Felipe. Decisão ainda cabe recurso

Corinthians precisará pagar mais de R$ 1 milhão à Felipe. Decisão ainda cabe recurso

Após decisão do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo, o Corinthians precisará pagar mais de R$ 1 milhão ao goleiro Felipe, que atuou com a camisa alvinegra durante três anos. O julgamento aconteceu no último mês, como informou os portais da ESPN e do Lance.

O jogador entrou com uma ação contra o seu ex-clube para reivindicar o direito de Arena, como afirmou o advogado do mesmo, Leonardo Laporta.

"Foi mantida a decisão do pagamento de 20% dos direitos de arena. Esse tipo de entendimento tem sido favorável ao jogador. Ao longo do tempo os clubes têm tentado resolver essa questão dos direitos de arena", disse o representante do atleta.

Mesmo depois da decisão no julgamento, o Corinthians ainda poderá entrar com um recurso e o departamento jurídico do clube deve tentar resolver o problema de forma positiva. Como jogador do time paulista, Felipe conquistou o Campeonato Brasileiro da Série B de 2008, o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil de 2009.

Veja Mais:

  • Times paulistas se encaram pela quarta vez na temporada

    Apenas um canal de TV transmite clássico entre Corinthians e São Paulo

    ver detalhes
  • Somente dois torcedores marcaram presença em protesto no Parque São Jorge

    Protesto no Parque São Jorge fracassa e conta com presença de apenas dois torcedores do Corinthians

    ver detalhes
  • Timão encara vice-líder fora de casa precisando vencer; se possível, também convencer!

    Corinthians visita São Paulo em busca de afirmação; saiba tudo sobre o Majestoso

    ver detalhes
  • Titular diante do Botafogo, Roger é 'baixa inesperada' para clássico no Morumbi

    Roger sofre entorse e desfalca Corinthians no Majestoso; veja três possibilidades de escalação

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes