Renato Augusto e Guerrero são advertidos pelo STJD

Renato Augusto e Guerrero são advertidos pelo STJD

Por Larissa Emanuelle

Guerrero e renato Augusto foram advertidos pelo STJD e não desfalcam o Corinthians

Guerrero e renato Augusto foram advertidos pelo STJD e não desfalcam o Corinthians

Após novo julgamento realizado nesta quinta-feira (16), o Superior Tribunal de Justiça Desportiva decidiu advertir Renato Augusto e Paolo Guerrero, que já tinham sido absolvidos, mas a Procuradoria entrou com um recurso para que uma possível punição fosse dada aos atletas do Corinthians.

O centroavante foi julgado novamente graças à expulsão diante do Grêmio, quando se envolveu em uma briga com Alan Ruiz, desentendimento que foi relatado na súmula pelo árbitro da partida. Renato Augusto também foi julgado pelo STJD após um lance com o volante Léo Gago, do Bahia, que sequer gerou uma 'advertência' dentro de campo.

Uma possível punição poderia piorar as dores de cabeça do técnico Mano Menezes para formar a equipe, mas com apenas a advertência, o meia e o centroavante estão liberados e à disposição do treinador para as próximas rodadas.

Neste domingo, o Corinthians entra em campo para enfrentar o Internacional, no Beira Rio, pelo Campeonato Brasileiro. Com 46 pontos e fora da Copa do Brasil, o clube paulista busca uma vitória para seguir mirando o G4 da competição.

Veja Mais:

  • Thiago Duarte chegou a chorar após a partida por conta do erro

    Árbitro retifica súmula do clássico entre Corinthians e Palmeiras

    ver detalhes
  • Rodriguinho segue no aguardo da renovação de seu contrato

    Reunião não define renovação de Rodriguinho com Corinthians; novo encontro é a esperança

    ver detalhes
  • Tchê Tchê afirmou que teria dado tapa na cara de Gabriel em confusão

    Volante do Palmeiras comemora expulsão de Gabriel: 'Eu já ia ter dado um tapa'

    ver detalhes
  • Kazim aplicou um belo chapéu em Felipe Melo no clássico

    Corinthians divulga vídeo com belos chapéus de Romero e Kazim no Dérbi; confira

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes