Diretoria alvinegra contesta o volante Elias

Diretoria alvinegra contesta o volante Elias

Por Meu Timão

Jogador vem sendo contestado pela diretoria alvinegra

Jogador vem sendo contestado pela diretoria alvinegra

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Parece que os tempos de crise estão voltando ao Coringão. Após o empate com o Coxa, em casa, pelo Campeonato Brasileiro, a polêmica da vez fica por conta do volante Elias.

Contratado por R$ 12 milhões de reais em abril deste ano, o jogador está bastante desgastado com a diretoria do Corinthians. No sábado, vários dos aliados do presidente Mario Gobbi passaram toda a partida contra o Coritiba cornetando o volante, autor de um dos gols no empate em 2 a 2.

Segundo Jorge Nicola, as críticas foram frequentes durante todo o jogo:

- Ele não corre, não marca e não desarma - reclamou um cartola, que ocupa a pasta de diretor desde que Gobbi tomou posse, em fevereiro de 2012.

- Repara como ele fica lá na frente e não volta. Ou está morto ou não quer nada com nada - finalizou o diretor.

Sentado na cadeira ao lado, outro diretor, mais recente no cargo do que o primeiro, faz críticas parecidas:

- O Elias deixou o futebol dele na seleção brasileira. Aqui no Corinthians, ele só está enganando - avaliou o dirigente, citando o fato de Elias ter sido constantemente chamado por Dunga, apesar de não ter jogado a Copa com Felipão.

As reclamações com relação ao jogador já chegaram ao ouvido de Gobbi e em uma das reuniões de diretoria, o volante foi tema de uma discussão de quase meia hora.

Vale o destaque que o presidente foi o único a sair em defesa, reproduzindo aos corneteiros o que ouviu da comissão técnica: o jogador está sofrendo fisicamente em relação aos demais jogadores por não ter sido aproveitado pelo Sporting, de Portugal, durante os quatro primeiros meses do ano.

Por falar em Elias, o Corinthians pagou ao Sporting na semana passada a primeira das quatro parcelas pela aquisição do jogador, no valor de R$ 3 milhões. A próxima prestação será em abril de 2015.

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes