Timão não deve pedir dispensa de Guerrero da seleção peruana

Timão não deve pedir dispensa de Guerrero da seleção peruana

Por Larissa Emanuelle

Guerrero cumpriu suspensão dada pelo STJD, mas pode voltar a desfalcar o Timão contra Bahia e Goiás

Guerrero cumpriu suspensão dada pelo STJD, mas pode voltar a desfalcar o Timão contra Bahia e Goiás

No próximo compromisso do Campeonato Brasileiro, o técnico Mano Menezes poderá contar novamente com o seu centroavante Paolo Guerrero, que cumpriu completamente a punição dada pelo STJD. No entanto, o camisa nove pode desfalcar o Timão novamente nas próximas rodadas.

Idolatrado no Peru, Guerrero foi convocado novamente para servir a sua seleção e a diretoria Corinthiana não deve pedir a dispensa do jogador. Com isso, o goleador alvinegro pode voltar à ser ausência contra Bahia e Goiás.

A presença de Guerrero no clássico contra o Santos já é dada como certa. O centroavante treinou normalmente durante a semana e demonstrou força de vontade para colaborar com mais uma vitória na Arena Corinthians, onde ele é o artilheiro da equipe.

Neste domingo, o Timão entra em campo reforçado com a presença do seu camisa 9, para enfrentar o time santista, ainda pelo Campeonato Brasileiro. A equipe do técnico Mano Menezes precisa de uma vitória para voltar ao G4.

Veja Mais:

  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fev/2015 e segue até fev/2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade concedeu entrevista nesta segunda no Parque São Jorge

    Após se livrar de impeachment, Roberto de Andrade sugere tentativa de golpe no Corinthians

    ver detalhes
  • Rodriguinho deve ser uma das opções para o Corinthians no BR-17

    Corinthians tem Chape e clássicos logo no começo; veja a tabela completa do BR-17

    ver detalhes
  • Patch que será usado pelos jogadores no Dérbi de quarta-feira

    Rivalidade à parte: Corinthians e Palmeiras se unem e usarão logo no clássico

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes