Sumido: diretor de futebol do Corinthians, Ronaldo Ximenes não aparece mais no CT

Sumido: diretor de futebol do Corinthians, Ronaldo Ximenes não aparece mais no CT

Por Meu Timão

Com Ximenes longe do clube, Edu Gaspar assume papel chave na preparação para 2015

Com Ximenes longe do clube, Edu Gaspar assume papel chave na preparação para 2015

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Com a proximidade das eleições no Parque São Jorge, algumas figuras marcantes no mandato de Gobbi se afastaram aos poucos do dia a dia do clube. Esse é o caso do diretor de futebol Ronaldo Ximenes.

O diretor teria se afastado do clube durante o período de eleições presidenciais, quando atuou ativamente como assessor parlamentar do vereador José Américo Dias. O vereador é partidário de Dilma Roussef e foi responsável por parte da comunicação da campanha.

A informação veio do blog Bastidores.F.C., comandado por Martín Fernandez no site GloboEsporte.com. Segundo a publicação, desde o fim das eleições presidenciais, o diretor não voltou ao clube e mal atende ligações.

Apadrinhado de Gobbi, Ximenes não deve ter muito espaço na diretoria mesmo que a situação continue na presidência. Com a ausência de Ximenes, as tarefas do diretor ficam a cargo de Edu Gaspar, que ficou responsável pelo planejamento para 2015.

Veja Mais:

  • Centroavante Jô, 'Rei dos Clássicos', voltou a deixar o dele neste domingo

    Corinthians despacha São Paulo e vai à final do Paulistão contra Ponte Preta

    ver detalhes
  • Jô foi eleito o melhor em campo no clássico deste domingo

    Jô, Pablo e Jadson brigam pela melhor avaliação nas notas da torcida

    ver detalhes
  • Sem ser relacionado há seis partidas no Timão, Guilherme tem acerto encaminhado com o Atlético-PR

    Presidente confirma: Corinthians encaminha empréstimo do meia Guilherme

    ver detalhes
  • Carille tem oito titulares pendurados para primeira final contra a Ponte

    Oito dos dez titulares de linha do Corinthians entram pendurados na decisão do Paulista

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes