Para Mano Menezes, Guerrero deve ser a exceção à regra para renovar com o Coringão

5.2 mil visualizações 30 comentários

Por Meu Timão

Guerrero quer ficar no Coringão

Guerrero quer ficar no Coringão

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O atual técnico do Corinthians, Mano Menezes, acredita que o Coringão não deva economizar para renovar com Guerrero. Após a vitória contra o Santos, conquistada com mais um tento do centroavante, o técnico defendeu que o clube faça todos os esforços para mantê-lo no elenco.

- Quando você estabelece um teto salarial, é importante entender que essa é a regra. Mas, para as regras, sempre existem algumas exceções. Todos os clubes têm seus jogadores de referência, e eles constroem isso. Então, o departamento de futebol do Corinthians precisa avaliar o caso com sensibilidade. E não tenho dúvidas de que o fará - comentou.

Após a partida, fazendo juras de amor ao clube, Guerrero garantiu que a renovação depende do clube, que enfrenta diversos problemas financeiros.

Veja Mais:

  • Fiel quer Jô de volta ao Corinthians

    Em enquete do Meu Timão, Fiel aprova volta de Jô e 'adivinha' futuro de Vagner Love

    ver detalhes
  • Lauder Perez foi revelado nas categorias de base do Corinthians

    Atacante revelado pelo Corinthians cria projeto com lives para ajudar jovens jogadores

    ver detalhes
  • Cássio foi o grande nome do Mundial de 2012 no Japão

    Fifa lembra atuação de gala no Mundial e parabeniza Cássio nas redes sociais; veja vídeo

    ver detalhes
  • Gustavo está emprestado ao Internacional até o final da temporada

    Executivo do Internacional manifesta desejo de prolongar empréstimo de atacante do Corinthians

    ver detalhes
  • Felippe ao lado da irmã Olívia em um jogo do Corinthians

    Bolsonaro revolta família de corinthiano morto após publicar montagem em rede social

    ver detalhes
  • Corinthians segue vendendo máscaras na ShopTimão

    Corinthians tem seis modelos diferentes de máscaras em kits; veja detalhes

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: