Coringão aguarda a volta de Guerrero para definir renovação

Coringão aguarda a volta de Guerrero para definir renovação

Por Meu Timão

Corinthians precisa resolver a questão de Guerrero o quanto antes

Corinthians precisa resolver a questão de Guerrero o quanto antes

A renovação de Guerrero com o Corinthians é um dos assuntos que mais preocupa a torcida alvinegra para o ano de 2015. Contudo, segundo uma matéria publicada no GloboEsporte por Diego Ribeiro, isso deve acabar logo.

O presidente alvinegro, Mário Gobbi, considera uma questão de honra resolver essa questão o quanto antes e deixar o acerto com o atacante o seu legado para o próximo presidente.

Cada vez mais perto do fim do Campeonato Brasileiro, dirigentes do Timão ligaram o sinal de alerta e aguardam o retorno de Guerrero da seleção peruana para retomar conversas a respeito do novo acerto.

Até o momento, Paolo Guerrero foi chamado para reuniões preliminares, sem definições. O Corinthians se mostra disposto a oferecer o teto salarial do clube, na faixa dos R$ 500 mil mensais e um contrato de até dois anos.

O representante do jogador ficou de analisar detalhes, mas não houve avanços desde então. O atual contrato vai até julho de 2015. A situação ficou ainda pior após uma amostra do que é o Corinthians sem o atleta.

Sem conseguir a liberação da seleção peruana, o atacante desfalcou o time contra o Bahia e não vai enfrentar o Goiás, nesta quarta-feira.

Os meninos Luciano e Malcom comandaram o ataque. A diretoria entende que a experiência de Paolo Guerrero é fundamental para o desenvolvimento dos companheiros de time e até os jogadores mais experientes discursam a favor do acerto rápido.

- O Guerrero é nosso principal jogador e faz muita falta. Seria muito difícil disputar uma possível Libertadores sem ele. A diretoria vem renovando contratos de outros jogadores, então acredito que não será difícil chegarem a um acordo - disse o goleiro Cássio.

O peruano tem dito a companheiros de time que quer muito renovar. Nem mesmo possíveis propostas da Europa devem abalar o desejo do jogador. A urgência para que a renovação saia logo e a necessidade de manter o artilheiro no elenco devem fazer o Corinthians atender possíveis pedidos extras do jogador. Inclusive um salário acima do teto.

Veja Mais:

  • Zagueiro tem 29 jogos pelo Corinthians: 14 vitórias, dez empates e apenas cinco derrotas

    Novo titular, Pedro Henrique 'perdoa' Guerrero e fala grosso: 'Corinthians briga para ser campeão'

    ver detalhes
  • Copa Sul-Americana terá 32 classificados na segunda fase

    Copa Sul-Americana chega a 21 classificados; torneio pode ter até sete campeões da Libertadores

    ver detalhes
  • Léo Santos (à dir.) deixou atividade mais cedo por conta de bolhas nos pés; Paulo Roberto foi testado na zaga

    Zagueiro deixa treino e faz Carille improvisar nesta quinta-feira; veja escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • O meia Régis, do Bahia, recebeu elogios do técnico Fábio Carille

    Corinthians prioriza reforço para a zaga, e dispensa indicação por meia do Bahia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes