Ex-Portuguesa, Bruno Henrique lamenta rebaixamento do clube para série C

Ex-Portuguesa, Bruno Henrique lamenta rebaixamento do clube para série C

Por Meu Timão

890 visualizações 19 comentários Comunicar erro

Bruno Henrique lamenta situação da Portuguesa

Bruno Henrique lamenta situação da Portuguesa

Rebaixada para a série C do Campeonato Brasileiro, a Portuguesa parece definitivamente ter chegado ao fundo do poço. Com o rebaixamento em 2013, envolvida em polêmicas e com denúncias sérias de corrupção que levaram a Lusa para a série B, o time não resistiu à 2014.

Acabou o ano rebaixada, com situação financeira desesperadora e cada vez mais distante do futebol da elite. O jogador do Corinthians, Bruno Henrique, viu de perto a luta do time paulista e lamentou.

O volante, que atuou pelo time em 2013, viu o time que venceu em campo ser rebaixado pelos desmandos da cartolagem brasileira. Para Bruno Henrique, o cenário é difícil, mas ainda há esperanças - ele evocou a tradição do clube e o potencial para revelar jogadores como as possíveis armas para o time.

Em entrevista, o jogador declarou que se sentia muito triste com pelo time, e pelas pessoas com quem conviveu na equipe. Mas declarou que, mesmo de longe, continua na torcida pela Portuguesa: "Espero que consiga dar a volta por cima".

Veja Mais:

  • Corinthians jogou bem, mas não conseguiu sair vitorioso neste domingo

    Corinthians sofre gol impedido, reage no segundo tempo e fica no empate com o Internacional

    ver detalhes
  • Corinthians de Jair Ventura está em oitavo lugar no Brasileirão

    Corinthians 'volta uma casa' na classificação do Brasileirão, mas diminui distância para o G6

    ver detalhes
  • Danilo Avelar foi eleito o pior corinthiano em campo pela Fiel

    Novidade de Jair Ventura é enaltecida pela Fiel; lateral rouba cena e é eleito pior em campo

    ver detalhes
  • Mateus Vital fez bom jogo diante do Internacional neste domingo

    Análise: Corinthians reage após gol impedido e consegue empate contra o Internacional

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes