Gastos 'extras' são empecilhos para que Guerrero renove com o Corinthians, diz candidato à presidência Ilmar Schiavenato

Gastos 'extras' são empecilhos para que Guerrero renove com o Corinthians, diz candidato à presidência Ilmar Schiavenato

Por Meu Timão

Gastos excessivos impedem a renovação de Guerrero com o Corinthians, segundo candidato da oposição

Gastos excessivos impedem a renovação de Guerrero com o Corinthians, segundo candidato da oposição

Faltando pouco mais de dois meses para as eleições presidenciais no Coringão, a troca de farpas entre os candidatos começou a ficar mais pesada. Nesta segunda, o candidato da oposição, Ilmar Schiavenato disparou a atual gestão do clube pela dificuldade em renovar com Guerrero.

- O (Paolo) Guerrero é muito importante para o time. Lembramos que não é a situação financeira que impede a renovação de contrato com ele, e sim a falta de gestão. O clube está pagando salários altos para os atacantes Emerson Sheik e Alexandre Pato, esse último que defende um de nossos maiores rivais - bradou à Fox Sports.

Outro caso emblemático é o de Sheik. O herói da conquistada Libertadores 2012, teve problemas de relacionamento com o técnico Mano Menezes, e acabou sendo emprestado ao Botafogo, com o salário custeado pelo Timão. Em outubro, no entanto, o atacante acabou dispensado pelo clube carioca, mas não foi reintegrado ao alvinegro. Seu salário, no entanto, segue sendo pago pela equipe de Parque São Jorge.

- Cabe a essa diretoria definir quais serão os meios para fazer a renovação com ele (Guerrero). É um desperdício pagar salários para jogadores emprestados e ficar sustentando os outros clubes. Caso contrário, o clube teria condições suficientes de manter o Guerrero sem maiores preocupações - completou.

Artilheiro do Corinthians na temporada, com 15 gols, Paolo Guerrero tem contrato até o dia 15 de julho de 2015.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes