Reserva no São Paulo, Alexandre Pato fica chateado e mostra indignação

Reserva no São Paulo, Alexandre Pato fica chateado e mostra indignação

Por Meu Timão

Pato já fez gol no São Paulo e mandou o time calar a boca, depois foi jogar lá

Pato já fez gol no São Paulo e mandou o time calar a boca, depois foi jogar lá

Alexandre Pato esperava tudo bem diferente quando saiu do Milan, em janeiro de 2013, para voltar ao Brasil, fechando com o Corinthians. A estreia no Timão foi ótima, assim como no Milan, na Seleção Brasileira e no Internacional. Pato entrou aos 25 minutos do segundo tempo, na partida entre Corinthians x Oeste, no Paulistão, e ainda encontrou tempo para marcar seu gol, completando a goleada por 5x0.

Depois do gol de estreia, Todos esperavam Pato explodindo, sendo o maior protagonista do Timão, mas de lá pra cá, a carreira do atleta só decaiu. O atacante começou a revesar entre titular e reserva, o que o deixou longe da Seleção Brasileira, mas havia mais desgraça pela frente.

Em 2014, Pato chegou ao fundo do poço, quando foi contratado pelo São Paulo, por um empréstimo de dois anos. Mais uma vez, Pato começou bem, chegou a ser titular, mas meses depois já foi parar no banco. Agora, na estreia do Paulistão, o atacante não tem espaço entre os 11 titulares no time de Muricy Ramalho.

Em entrevista à ESPN, Gilmar Veloz, empresário de Pato comentou a situação, sem discordar que Pato vem jogando cada dia menos:

- O Pato tem que querer. Essa é a situação. A gente conversa muito sobre isso e eu digo pra ele que ele tem de trabalhar e trabalhar. Nada mais pode resolver esse momento. É uma coisa que só depende dele. Ninguém desaprende a jogar futebol. Ele também não. Claro que ele está chateado com essa fase. Ele demonstra muita indignação. Queria que tudo estivesse como já foi um dia. Eu acredito muito nele e acredito que possa voltar a ser como era, depende só dele querer e trabalhar. O Pato tem que querer - disse Gilmar.

Veja Mais:

  • Facebook é a rede social com mais seguidores do Corinthians

    Principais redes sociais do Corinthians renderam R$ 1 milhão no último ano

    ver detalhes
  • Romarinho dá a cavadinha, encobre Orión e empata a primeira final na Bombonera

    Gol de Romarinho na Bombonera faz cinco anos: 'Marcado na minha vida e na história do Corinthians'

    ver detalhes
  • Jô é o artilheiro do Corinthians nessa fase invicta

    Corinthians completa 100 dias sem derrota; equipe de Carille tem a sexta maior série do clube

    ver detalhes
  • Timão ainda não perdeu na atual edição do Brasileirão

    Corinthians abre dez pontos de vantagem para rival que está no G4; veja a classificação

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes