'Não vou vender o Jadson', afirma Roberto de Andrade

'Não vou vender o Jadson', afirma Roberto de Andrade

Confirmado interesse de clube chinês pelo meio Jadson

Confirmado interesse de clube chinês pelo meio Jadson

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, confirmou que existe um interesse do clube Jiangsu Sainty, da China, pelo meia Jadson. O mandatário disse que o clube não recebeu uma proposta oficial, mas que já foi comunicado pelo jogador que existe essa possibilidade.

Segundo o presidente, o Corinthians não tem a menor intenção de concluir essa negociação, caso ela realmente chegue.

"Hoje eu não libero. Não vou vender o Jadson. A proposta não chegou, mas já adiantei que não queremos conversa antes do término da Libertadores", declarou, em entrevista coletiva na reapresentação do elenco após o clássico nessa quinta-feira.

Jadson possui contrato com o Corinthians até dezembro desse ano e já poderia assinar um pré-contrato na metade do ano. O clube possui 30% dos direitos econômicos do atleta e a multa rescisória é de 5 milhões de euros (cerca de R$ 16,2 milhões).

"Se a proposta chegar, vamos ver os valores. Sem isso, não podemos antecipar nada. Tem que ser um valor satisfatório para o clube e para o atleta. Caso algo não dê certo, não tem negócio", garantiu.

"Se os valores estiverem de acordo, vamos falar, mas só pós Libertadores. Podemos fechar o contrato agora, mas só libero depois", finalizou.

Veja Mais:

  • Corinthians foi bicampeão mundial em 2012, diante do Chelsea, no Japão

    Grêmio cai, e Corinthians segue sendo último sul-americano campeão do Mundial da Fifa

    ver detalhes
  • Yago volta ao Corinthians na primeira semana de janeiro

    Após empréstimo, zagueiro é reintegrado ao Corinthians; Del'Amore no radar

    ver detalhes
  • Scarpa tem reunião marcada com empresários neste sábado

    Alvo do Corinthians, Scarpa agenda reunião com representantes para decidir futuro

    ver detalhes
  • Promoção da empresa Apito Promocional na camisa durante o Brasileirão 2012

    Corinthians mantém cobrança milionária contra ex-patrocinador; calote chega a cinco anos

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes