Após férias, Gabriel Vasconcelos se apresenta no profissional e mira oportunidade

Após férias, Gabriel Vasconcelos se apresenta no profissional e mira oportunidade

Gabriel Vasconcelos se junta a equipe profissional do Timão nessa segunda-feira

Gabriel Vasconcelos se junta a equipe profissional do Timão nessa segunda-feira

Foto: Crédito: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

No início do mês, o Corinthians anunciou que seis campeões da Copinha iriam fazer parte do elenco principal. Entre eles, está o atacante Gabriel Vasconcelos. Um dos poucos que conseguiu aproveitar as férias até o final, o jogador se reapresenta na segunda-feira para se integrar ao time.

"A ligação veio no meio das férias, eu acho. Foi dos diretores da base. Eles me disseram que eu precisava me apresentar no dia 23 para treinar no profissional. Eu já tinha a noção de que isso poderia logo acontecer, mas receber a notícia foi bom demais. Aparecer a oportunidade é difícil, mas é mais difícil ainda se manter no elenco e conquistar um espaço. Também sei disso. Quando a gente vai pro time principal, tudo que foi feito na base é esquecido. Mas agora é só fazer o que eu sei: jogar bola", disse, em entrevista ao Globo Esporte de Porto Velho, cidade onde passou os últimos 23 dias de férias ao lado da família e amigos.

Se conseguir uma oportunidade no elenco principal já é difícil, imagina uma na equipe titular. Gabriel precisaria desbancar ninguém mais que Paolo Guerrero.

"O Guerrero já fez bastante pelo Corinthians, fez muitos gols, agora dá pra deixar eu brincar um pouco", declarou, aos risos.

Gabriel Vasconcelos foi parte fundamental da equipe campeã da Copa São Paulo de Futebol Júnior. O atacante foi o artilheiro do Corinthians na competição, com oito gols. Um deles foi contra o São Paulo, na vitória por 3 a 0, quando ele comemorou imitando o famoso gesto de Cristian para provocar a torcida adversária.

"Saiu, foi no calor do momento (risos). A torcida do Corinthians é incomparável. A rivalidade com o São Paulo é muito grande, a torcida é realmente louca e dá uma emoção incrível. Então eu fiz, deu vontade e fiz. Fui repreendido por algumas pessoas depois, mas isso é o futebol", contou.

Passado a polêmica, Gabriel quer mesmo é jogar bola. E ele já sabe qual é a fórmula para realizar os seus objetivos dentro do Corinthians.

"É a realização de um sonho, claro! Dá muita ansiedade, mas eu vou querer conquistar meu espaço, né? Vou conversar com os jogadores mais experientes e tirar coisas boas de tudo isso. Aí, junto com o futebol que eu quero mostrar, meu objetivo pra 2015 é jogar um torneio nacional... O Campeonato Brasileiro, quem sabe", finalizou

Veja Mais:

  • Corinthians imagina que receberá propostas por Yago e Balbuena

    Corinthians estuda vender zagueiro e intensifica busca por contratação defensiva

    ver detalhes
  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Sub-20 comemorando título do Corinthians/UNIP no futsal

    Sub-20 conquista título estadual e Corinthians fica perto de fim de ano perfeito no futsal

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes