Sangrando, Petros deixa campo revoltado com a arbitragem: 'Foi falta clara!'

Sangrando, Petros deixa campo revoltado com a arbitragem: 'Foi falta clara!'

Por Meu Timão

Petros sofre

Petros sofre

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Corinthians e Ituano empataram em 1 a 1 nesse domingo, jogando em Itu. Mas a partida foi marcada mesmo pela atuação do árbitro Marcio Henrique de Gois. Foram 90 minutos de muitas faltas e cartões. No total, 39 faltas, oito cartões amarelos, um pênalti e até a expulsão do técnico Tarcísio Pugliese, do Ituano. A reclamação foi geral e de ambos os times.

Apesar de ter marcado tantas faltas, uma das maiores reclamações foi justamente em uma falta não marcada. No lance que originou o gol de empate da equipe do interior, o meia Petros sofreu uma falta dura, perdeu a bola e ela sobrou para o Ituano marcar o

A entrada do jogador adversário foi tão forte que deixou marcas na perna de Petros. Revoltado no final da partida, o meia não poupou o árbitro.

"No lance do gol deles, foi falta clara. Ele (adversário) teria quebrado minha perna se ela tivesse presa no chão. Ele (Marcio Henrique) pediu para eu levantar o meião para ninguém ver a falta que eu sofri", contou o meia, na saída do gramado.

"Aqui, ó. Vocês podem ver", mostrou o jogador aos jornalistas.

Veja Mais:

  • Carille optou por Kazim no lugar de Jô nesta quarta-feira

    Carille esboça escalação do Corinthians com quatro mudanças para pegar Patriotas

    ver detalhes
  • Walter foi oferecido por intermediários ao São Paulo, que assegura não ter interesse no atleta

    Diretoria do São Paulo nega interesse no goleiro Walter, do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians é o líder isolado do Campeonato Brasileiro

    Torcida do Corinthians escolhe qual adversário gostaria de ver fora da briga pelo título do BR-17

    ver detalhes
  • Quais são os zagueiros emprestados pelo Corinthians no momento? O Meu Timão te mostra!

    À procura de reforço, Corinthians mantém três zagueiros emprestados; um segue 'encostado'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes