Sangrando, Petros deixa campo revoltado com a arbitragem: 'Foi falta clara!'

Sangrando, Petros deixa campo revoltado com a arbitragem: 'Foi falta clara!'

Por Meu Timão

Petros sofre

Petros sofre

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Corinthians e Ituano empataram em 1 a 1 nesse domingo, jogando em Itu. Mas a partida foi marcada mesmo pela atuação do árbitro Marcio Henrique de Gois. Foram 90 minutos de muitas faltas e cartões. No total, 39 faltas, oito cartões amarelos, um pênalti e até a expulsão do técnico Tarcísio Pugliese, do Ituano. A reclamação foi geral e de ambos os times.

Apesar de ter marcado tantas faltas, uma das maiores reclamações foi justamente em uma falta não marcada. No lance que originou o gol de empate da equipe do interior, o meia Petros sofreu uma falta dura, perdeu a bola e ela sobrou para o Ituano marcar o

A entrada do jogador adversário foi tão forte que deixou marcas na perna de Petros. Revoltado no final da partida, o meia não poupou o árbitro.

"No lance do gol deles, foi falta clara. Ele (adversário) teria quebrado minha perna se ela tivesse presa no chão. Ele (Marcio Henrique) pediu para eu levantar o meião para ninguém ver a falta que eu sofri", contou o meia, na saída do gramado.

"Aqui, ó. Vocês podem ver", mostrou o jogador aos jornalistas.

Veja Mais:

  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fev/2015 e segue até fev/2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade concedeu entrevista nesta segunda no Parque São Jorge

    Após se livrar de impeachment, Roberto de Andrade sugere tentativa de golpe no Corinthians

    ver detalhes
  • Rodriguinho deve ser uma das opções para o Corinthians no BR-17

    Corinthians tem Chape e clássicos logo no começo; veja a tabela completa do BR-17

    ver detalhes
  • Patch que será usado pelos jogadores no Dérbi de quarta-feira

    Rivalidade à parte: Corinthians e Palmeiras se unem e usarão logo no clássico

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes