Saída de Jadson ajuda na renovação de Guerrero, diz Roberto de Andrade

Saída de Jadson ajuda na renovação de Guerrero, diz Roberto de Andrade

Por Meu Timão

11 mil visualizações 194 comentários Comunicar erro

Guerrero comemorando gol pelo Corinthians

Guerrero comemorando gol pelo Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

A saída de Jadson para o Jiangsu Sainty, da China, já é dada como certa pelo Corinthians. Tanto que o presidente do clube já pensa o que fazer com o dinheiro que vai entrar no Parque São Jorge. Não é muito, pois apenas 30% dos direitos econômicos de Jadson pertenciam ao Corinthians, mas o valor por ajudar a manter Guerrero no time.

- A negociação com certeza ajuda na renovação, pois é um caixa único. Não posso dizer que o dinheiro da saída do Jadson vai diretamente para manter o Guerrero, porém, auxiliará nas negociações - disse o presidente do Timão, em entrevista ao programa "Fox Sports Rádio Night" nesta segunda-feira.

Para ficar no Corinthians, o peruano espera receber luvas de 7 milhões de dólares, 70% da proposta que teria recebido para também atuar no futebol chinês (10 milhões de dólares). Sem dinheiro em caixa, o Timão vem negociado a renovação do atleta desde o ano passado.

Com a saída de Jadson para o clube chinês, o Timão irá receber aproximadamente 4.8 milhões de reais.

Veja Mais:

  • Timão levou gol bizarro em Campinas e só empatou com Red Bull

    Defesa bate cabeça, e Corinthians tropeça diante do Red Bull em noite de gols contra

    ver detalhes
  • Juninho Capixaba deixou o estádio com um entorse no tornozelo

    Juninho Capixaba sai lesionado e vira dúvida no Corinthians para clássico contra Palmeiras

    ver detalhes
  • Reservas do Timão ganharão chance em jogo-treino nesta terça

    Após empate em Campinas, Corinthians e Red Bull voltam a se enfrentar nesta terça-feira

    ver detalhes
  • Rodriguinho falou após empate do Timão em Campinas

    Rodriguinho tenta explicar gol anulado e cobra melhora do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes