Renato Augusto relembra jogo sem torcida e aponta dificuldade

Renato Augusto relembra jogo sem torcida e aponta dificuldade

Por Meu Timão

Em 2013, Corinthians recebeu o Millonarios no Pacaembu sem torcida

Em 2013, Corinthians recebeu o Millonarios no Pacaembu sem torcida

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

No Corinthians desde 2013, ano em que também jogou em partida válida pela Libertadores com os portões fechados, ao chegar à Argentina, o meia Renato Augusto se recorda de algumas decorrências de um jogo sem torcida.

"Vai ser difícil manter a concentração. Na Libertadores de 2013 a gente fez um jogo assim e o maior trabalho do Tite na época foi tentar manter a concentração pra não ficar naquele ritmo de treino. Vamos tentar fazer o nosso jogo, mesmo sem torcida", disse.

Sobre o desfalque de Guerrero e Sheik no ataque do timão, demonstrou confiança no elenco bem preparado pelo técnico Tite.

"Nós temos jogadores de muita qualidade também. O próprio Mendoza entrou muito bem, o Danilo a gente já conhece muito, então temos um elenco grande exatamente pra isso. Está acontecendo um rodízio muito grande, acho que está todo mundo preparado", concluiu.

Veja Mais:

  • Bruno Paulo jogará no Santa Cruz até o final de 2017

    Com apenas um jogo pelo Corinthians, atacante é emprestado até o fim do ano

    ver detalhes
  • Rodriguinho marcou o gol da vitória do Corinthians contra o Atlético-GO

    Corinthians se impõe fora de casa, vence Atlético-GO e assume liderança do Brasileirão

    ver detalhes
  • Quase a totalidade dos 15 mil presentes no Serra Dourada era corintiana

    Torcida do Corinthians domina o estádio Serra Dourada; comentarista e dirigente goianos se revoltam

    ver detalhes
  • Clayson canta o hino do Corinthians na primeira concentração

    VÍDEO: Clayson canta o hino do Corinthians na primeira concentração

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes