Renato Augusto relembra jogo sem torcida e aponta dificuldade

Renato Augusto relembra jogo sem torcida e aponta dificuldade

Por Meu Timão

Em 2013, Corinthians recebeu o Millonarios no Pacaembu sem torcida

Em 2013, Corinthians recebeu o Millonarios no Pacaembu sem torcida

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

No Corinthians desde 2013, ano em que também jogou em partida válida pela Libertadores com os portões fechados, ao chegar à Argentina, o meia Renato Augusto se recorda de algumas decorrências de um jogo sem torcida.

"Vai ser difícil manter a concentração. Na Libertadores de 2013 a gente fez um jogo assim e o maior trabalho do Tite na época foi tentar manter a concentração pra não ficar naquele ritmo de treino. Vamos tentar fazer o nosso jogo, mesmo sem torcida", disse.

Sobre o desfalque de Guerrero e Sheik no ataque do timão, demonstrou confiança no elenco bem preparado pelo técnico Tite.

"Nós temos jogadores de muita qualidade também. O próprio Mendoza entrou muito bem, o Danilo a gente já conhece muito, então temos um elenco grande exatamente pra isso. Está acontecendo um rodízio muito grande, acho que está todo mundo preparado", concluiu.

Veja Mais:

  • Fábio Carille comandou Corinthians em mais uma vitória, desta vez contra o Audax

    Passadas quatro rodadas, só um time tem aproveitamento melhor que Corinthians no Paulistão-2017

    ver detalhes
  • Arena Corinthians com pouco público neste início de ano

    Sete motivos que explicam a queda do número de adimplentes do Fiel Torcedor

    ver detalhes
  • Carille durante vitória do Corinthians em Osasco

    Carille diz qual foi maior trunfo do Corinthians em vitória sobre Audax

    ver detalhes
  • Atacante turco marcou o único gol da partida

    Kazim marca único gol da partida e Corinthians vence o Audax pelo Paulistão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes