Renato Augusto pede desculpas pelo pênalti desperdiçado

Renato Augusto pede desculpas pelo pênalti desperdiçado

Por Meu Timão

Renato Augusto desperdiçou um pênalti quando o jogo estava 0 a 0

Renato Augusto desperdiçou um pênalti quando o jogo estava 0 a 0

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Nessa terça-feira, o Corinthians venceu o Danubio por 2x1 na partida válida pela terceira rodada do Grupo B, da Libertadores da América. O jogo poderia ter sido mais fácil se Renato Augusto não tivesse desperdiçado um penalidade máxima quando a partida estava em 0 a 0. No final do confronto, o atleta que foi substituído por Danilo, pediu desculpas pelo pênalti perdido, em entrevista à Fox Sports.

"Bati mal, mas pedi desculpas para o grupo e o torcedor. Mas é para agradecer Paolo e Felipe (autores dos gols do Corinthians)", disse o meia do Timão.

Renato Augusto também comentou que a substituição dele já estava combinada antes mesmo de perder a cobrança.

"Estava programado de eu jogar 70 minutos. Descoordenei um pouco no fim, errei passes bobos. (A dor) Incomoda, mas tentei, na garra, ajudar. Sabia que não ia estar em alto nível. É o preço que se paga", declarou Renato Augusto, com uma análise ainda sobre os nove pontos somados em três jogos. 'Não são só três vitórias, são duas fora de casa. É o que pesa, principalmente na Libertadores", comentou o camisa 8 do Timão.

Veja Mais:

  • Corinthians encerrou preparação contra a Ponte Preta

    Clima bom, susto de Pablo e escalação do Corinthians: o último treino antes da Ponte Preta

    ver detalhes
  • Casuals foi derrotado nos pênaltis neste sábado; próxima temporada só em agosto

    Nos pênaltis, Corinthian-Casuals perde final e adia sonho de subir de divisão

    ver detalhes
  • Carille contará com 23 jogadores em Campinas neste domingo

    Corinthians relaciona 23 jogadores para final em Campinas

    ver detalhes
  • Pablo não deve ser problema contra a Ponte Preta

    Pablo dá susto em último treino do Corinthians antes de decisão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes